Gianni Infantino será candidato único a presidência da FIFA

Só no último mês de novembro, o já presidente da FIFA contava com o apoio de 180 federações nacionais e até o dia da eleição ele espera contar com o apoio das 211 federações inscritas junto a FIFA, para assim, ser aclamado por unanimidade presidente da entidade.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Gianni Infantino será candidato único a presidência da FIFA, diz a entidade em um comunicado nesta quarta-feira. Segundo a entidade máxima do futebol mundial, o já presidente será o único a concorrer à presidência, em eleição marcada para o mês de junho deste ano.

"Após a convocação para a eleição divulgada pelo Conselho da FIFA em 10 de junho de 2018, as associações membras da FIFA propuseram, no devido tempo e método, o seguinte candidato para a eleição presidencial a ser realizada no 69º Congresso, em Paris, no dia 5 de junho de 2019: Sr. Gianni Infantino", diz a nota.

Gianni Infantino - presidente da FIFA.Gianni Infantino - presidente da FIFA.

Com isso, o já mandatário da FIFA deverá prosseguir a frente da entidade até 2023, ou seja, terá seu mandato prorrogado por mais quatro anos, quando será convocada nova eleição. Motivado a ser candidato a reeleição, Infantino nesses últimos meses passou praticamente por todas as federações espalhadas mundo a fora a fim de contar com apoio maciço de todas elas.

Só no último mês de novembro, o já presidente da FIFA contava com o apoio de 180 federações nacionais e até o dia da eleição ele espera contar com o apoio das 211 federações inscritas junto a FIFA, para assim, ser aclamado por unanimidade presidente da entidade.

Vale ressaltar que o prazo final para a inscrição de candidatura a presidência da FIFA encerrou nesta última terça-feira.

Ex-presidente da UEFA, Infantino chegou ao cargo máximo da FIFA em fevereiro de 2016, em meio à maior crise institucional da entidade - substituindo Joseph Blatter. Com a missão de limpar a imagem da FIFA após a prisão de vários membros do conselho, ele chegou prometendo reformas e até o momento conseguiu cumprir com algumas destas.

A utilização da tecnologia, como por exemplo, o uso do sistema de Árbitros Assistentes de Vídeo - o famoso VAR, utilizado na última Copa do Mundo da Rússia, foi uma das idéias por ele implantadas. O sistema foi tão bem aceito, que hoje já faz parte de algumas das maiores ligas espalhadas ao redor do mundo.

Além desta, o suíço tenta a todo custo mudar o calendário do futebol mundial, onde nos próximos anos deverá abolir a Copa das Confederações e modificar o formato do atual "Mundial de Clubes", previsto já para esse ano.

 

Mais sobre: fifa presidencia eleicao
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal