Fim de hegemonia da Globo sobre a Seleção Brasileira. Calma eu explico isso direito. De acordo com as últimas informações, após a emissora carioca perder a hegemonia no futebol brasileiro para a Turner e para o SBT - que viraram seus concorrentes dentro do cenário brasileiro e sul-americano, agora também perde a exclusividade dos jogos da "Seleção Brasileira".

Segundo as últimas notícias do meio futebolístico, essas dão conta de que a Turner, que já havia rompido em 2019 com o privilégio da Globo em relação ao Campeonato Brasileiro, agora também virou concorrente desta nos jogos das Eliminatórias Sul-Americanas, onde a emissora norte-americana teria adquirido os direitos de transmissão dos jogos de oito federações como mandantes, sendo as seguintes: Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Assim sendo, a Turner terá exclusividade para a transmissão do jogo do "Brasil" diante do Peru, fora de casa, ou seja, na segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022; uma vez que a nossa seleção irá visitar a seleção peruana, em Lima.

Vale aqui lembrar que a Rede Globo - que atravessa um momento delicado financeiramente, adquiriu os direitos de transmissão dos jogos da Argentina e Brasil - dentro de seus territórios, desta forma, terá a exclusividade de nove jogos das duas seleções, mas não terá esse mesmo com os nove jogos fora de cada equipe.

Como até aqui a Turner adquiriu na verdade apenas o direito de transmissão dos jogos das seleções acima citadas nas duas primeiras rodadas, a Globo ficou apenas com o direito de transmissão de Argentina e Brasil - em casa, já o duelo diante do Perú - ficará por conta da Guigo TV e da Turner.

Obviamente que resta saber como ficam os demais confrontos longe dos gramados brasileiros, diante do Uruguai, Paraguai, Bolívia, Colômbia, Equador, Chile e Venezuela. Onde possivelmente a emissora norte-americana deverá se meter e atrapalhar mais uma vez os planos da "gigante" brasileira - tendo o direito de transmissão desses jogos todos fora do país.

Nova batalha

Mais uma vez a investida da Turner poderá consolidar em mais uma derrota da Rede Globo no futebol. Isso sem falarmos nos direitos da Copa do Mundo de 2022, onde a emissora brasileira entrou em conflito com a FIFA e poderá também perder essa guerra para os norte-americanos. Veremos os próximos capítulos desta novela!

IMAGEM de CAPA/site: esportenewsmundo.com.br