Felipão no Cruzeiro? Sim e... . Calma, eu explico essa situação! Segundo informações vindas de Belo Horizonte, após a "Raposa" tentar a contratação de Lisca e ouvir um sonoro "não" desse profissional - que atualmente está comandando o América-MG, o clube celeste então sem saída não vê outra opção que não seja Luis Felipe Scolari - o Felipão para assumir o cargo em aberto no time após a demissão de Ney Franco, neste final de semana.

De acordo com essas mesmas informações, o presidente Sérgio Santos Rodrigues - do Cruzeiro já teria buscado saber mais a respeito do ex-técnico do Palmeiras e da Seleção Brasileira, onde além de Felipão, também estão nesta lista outros nomes "cascudos" que podem vir a ser procurado pela direção cruzeirense, porém, o nome do técnico gaúcho é o mais desejado neste momento. Os nomes dos outros técnicos que podem vir a ser procurado pelo Cruzeiro são: Tiago Nunes e Dorival Júnior.

Como já declaramos aqui nesta matéria, o Cruzeiro agora vai em busca de um técnico com prestígio junto ao torcedor e Felipão que já comandou o Cruzeiro entre os anos de 2000 a 2001, tem o perfil que agrada a todos para encarar esse momento delicado que o time passa na Série B - do Brasileirão; lembrando que o Cruzeiro é o vice-lanterna da segunda divisão, com apenas 12 pontos.

Sem emprego desde que deixou o Palmeiras em 2019, Luis Felipe Scolari é o nome ideal para conduzir o clube de volta a "elite" do futebol brasileiro, mas se vier realmente a ser procurado e aceitar esse novo desafio em sua carreira, terá uma missão árdua, uma vez que as chances do Cruzeiro voltar a figurar na Série A em 2021 é de apenas 1,1%, segundo dados da Universidade Federal de Minas Gerais e para piorar esses números, suas chances de cair para a Série C aumentaram após a última rodada - ficando com 53,4%.