A espera de resoluções para pendências junto a FIFA, a direção do Cruzeiro vive a expectativa sobe o caso Willian/FC Zorya, onde poderá se livrar da punição imposta pela entidade máxima do futebol e passar a poder registrar novos reforços.

Essa resposta da FIFA segundo a própria direção do Cruzeiro deverá ocorrer somente na segunda quinzena de outubro.

Lembre o caso

O Cruzeiro recorreu da punição imposta pela FIFA por conta de uma dívida com o FC Zorya - no valor de R$ 7,2 milhões na aquisição de Willian (Bigode) e por essa ficou impedido de registrar novos atletas até a sua resolução ou até o pagamento desta dívida com o clube do exterior.

Lembramos que já há reforços treinando na "Toca da Raposa", porém, eles não podem ser registrados no clube por conta desta pendência; são eles: Giovanni, Ivan Ângulo e Matheus Índio.

Em coletiva após a derrota para o Cuiabá, o técnico Ney Franco declarou que havia uma possibilidade deste problema ser resolvido nesta semana, porém, essa não irá ocorrer como esperado. Segundo o site "globoesporte.com", esse problema deverá ter uma resolução somente a partir do dia 15 deste mês pela FIFA, ou seja, a partir da quinta-feira da próxima semana.

Vale ressaltar que a resposta aguardada pela direção cruzeirense e pela comissão técnica, pode não ser o fim do problema do clube, uma vez que esse mesmo apresentando uma defesa consistente, admite que é uma questão complicada de ser ganha. Se a FIFA não aceitar o recurso do Cruzeiro, somente o pagamento do valor acima citado é que colocaria fim nesta questão.

Agora resta ao Cruzeiro aguardar pela resposta de seu recurso junto a FIFA, para somente a partir daí tomar decisões sobre o caso - caso esse não seja aceito pela entidade máxima do futebol mundial, claro!