Se não bastasse a situação financeira junto a FIFA que já está lhe causando prejuízo no Brasileirão - Serie B 2020, o Cruzeiro volta a conviver com atrasos de salários (março, abril e férias). No entanto, o novo presidente eleito nesta última quinta-feira prometeu colocar a "casa" em ordem, assim como o atual.

O ainda presidente do clube - José Dalai Rocha emitiu uma nota aos funcionários, na última quarta-feira, onde ele diz que espera poder quitar os atrasados a partir da próxima semana. Algo também confirmado pelo futuro mandatário do Cruzeiro, que assume o cargo a partir do dia 1º de junho.

Em entrevista oficial no canal do Cruzeiro, no YouTube, Sérgio Santos Rodrigues logo após ser eleito o novo presidente disse que pretende resolver essa situação na próxima semana, assim como também, o caso junto a FIFA.

"Na próxima semana, é pagar os salário que estão atrasados. É uma coisa que já está no nosso pensamento. Não só dos nossos funcionários, como também de nossos jogadores", declarou ele.

Para os funcionários da "Raposa" esse é o maior temor, para que essa "história" não se repita como aconteceu em 2019. Uma vez que agora a situação está mais complicada em busca de recursos devido à pandemia do novo Coronavírus, que impôs ainda mais uma queda brusca nas receitas do Cruzeiro e de tantos outros clubes mundo a fora.