Com uma dívida que alcança números superiores a mais de R$ 750 milhões - de acordo com o Conselho de Gestão do clube, o Cruzeiro busca alternativas para tentar voltar a ser uma entidade viável financeiramente e uma dessas possibilidades pode vir de auxílio de um grupo de investidores interessados em ajudar a recuperar o clube mineiro em questão.

A informação foi repassada pelo presidente interino do Cruzeiro - José Dalai Rocha, que disse ter recebido ao menos quatro propostas financeiras, sendo uma dessas de um xeique árabe. Dalai não revelou maiores informações a respeito, mas declarou que elas serão todas analisadas.

O gestor do Cruzeiro afirma que as propostas são várias. Porém, em função do curto espaço de tempo, não pode dar maiores detalhes, apenas afirmou que não seriam de compra do clube, mas sim de financiamento.

"A proposta não é de compra, mas sim de financiamento; fazer uma revisão tributária, uma valorização dos recebíveis em troca de financiamentos. São propostas variadas, de complexidade. Não é de momento, em cinco minutos, que você pode explicar em relação a esse assunto", respondeu ele.

Vale ressaltar que Dalai está à frente do Cruzeiro por tempo determinado - somente até o clube realizar novas eleições presidências - inicialmente prevista para o mês de maio, podendo ser adianta para o mês de abril. No momento não foram revelados nomes que irão concorrer ao cargo.