Cruzeiro aceita pedido de demissão de Abel Braga e está próximo de anunciar Adilson Batista

Adilson Batista, de 51 anos, que está chegando a “Toca da Raposa” foi zagueiro e capitão do time durante cinco temporadas.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Zezé Perrella - dirigente do Cruzeiro, dará uma entrevista coletiva no fim da manhã desta sexta-feira, na Toca da Raposa II, onde o mesmo comunicará a saída do técnico Abel Braga, que colocou o cargo a disposição nesta última quinta-feira, após mais um tropeço do Cruzeiro no Brasileirão. Para seu lugar, Adilson Batista - dispensado na quarta-feira do Ceará, é quem vai assumir o clube - informação confirmada pela assessoria do treinador.

O Cruzeiro aceitou o "pedido de demissão" de Abel Braga, que colocou o cargo à disposição da diretoria após a derrota da Raposa para o CSA, por 1 a 0, no Mineirão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para seu lugar, a diretoria agiu rápido e anunciou um velho conhecido da torcida.

Abel Braga colocou o seu cargo a disposição nesta última quinta-feira, após derrota para o CSA, pelo placar de 1 a 0.
Abel Braga colocou o seu cargo a disposição nesta última quinta-feira, após derrota para o CSA, pelo placar de 1 a 0.

Com a derrota no Mineirão para um candidato direto na "Zona de Rebaixamento", a mesma deixou ainda mais dramática à situação da Raposa na briga para escapar da "degola" a Série B. Restando apenas três rodadas para o término do Brasileirão, o time ocupa atualmente a 17ª colocação - a primeira no Z-4, com 36 pontos. O Ceará, primeiro clube fora do grupo da degola, tem 37 pontos.

Contratado no fim de setembro, Abel Braga assumiu o comando técnico do Cruzeiro após a queda de Rogério Ceni - demitido após o empate em 0 a 0 com o Ceará, na 21ª rodada. Em pouco mais de dois meses, Abel comandou o Cruzeiro em 14 jogos: três vitórias, oito empates e outras três derrotas. Foi o terceiro treinador da equipe em 2019. A temporada começou com Mano Menezes, que foi substituído por Ceni - cuja passagem pelo clube também foi muito curta - apenas oito jogos, com duas vitórias apenas.

Adilson Batista, de 51 anos, que está chegando a "Toca da Raposa" foi zagueiro e capitão do time durante cinco temporadas. Como treinador, trabalhou no Cruzeiro por três anos. Ele volta ao clube onde sempre teve grande identificação. É a aposta do time azul de Minas para livrar a equipe do - inédito - rebaixamento à Série B. O time ocupa a 17ª da tabela, com 36 pontos conquistados em 35 jogos.

Com o complemento da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tem três partidas para tentar evitar o inédito rebaixamento no Brasileirão. Os dois próximos jogos são fora de casa, contra Vasco, segunda-feira, e Grêmio, quinta. Na rodada final, dia 8 de dezembro, a Raposa encara o Palmeiras - no Mineirão.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal