Mano Menezes não é mais treinador do Cruzeiro - o técnico sucumbiu a má fase do time mineiro

Depois de três anos a frente do Cruzeiro, onde conquistou duas Copas do Brasil em sequência, Mano Menezes que em 18 jogos viu a Raposa vencer apenas um, pediu para sair.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Ele não suportou a pressão que veio das arquibancadas na derrota diante do Inter por 1 a 0 em pleno Mineirão e pediu para sair. Estamos falando do técnico Mano Menezes que nesta noite de quarta-feira deixou o comando técnico do Cruzeiro, após mais um fracasso na temporada - agora em jogo válido pelas semifinais da Copa do Brasil.

Com o Cruzeiro vivendo uma seria crise dentro e fora de campo, à bomba explodiu no colo de Mano Menezes, que após uma longa conversa nos vestiário com os jogadores e membros da direção celeste, comunicou em entrevista coletiva que estava deixando o comando técnico do Cruzeiro naquele instante.

Mano Menezes não aguenta pressão vinda das arquibancadas do Mineirão e pede para sair.

Com uma pressão insuportável devido aos maus resultados dentro de campo, onde nos últimos 18 jogos, o Cruzeiro venceu apenas um - sobre o Atlético-MG em partida válida pela Copa do Brasil e estando dentro da zona de rebaixamento no Brasileirão, Mano foi direto e comunicou que estava deixando o comando técnico da Raposa.

"O pessoal está com instinto bom e, portanto quero comunicar oficialmente que a gente interrompe aqui o trabalho com o Cruzeiro. Entendemos que era o momento e não poderíamos estender mais essa fase. São 18 jogos e uma vitória e no futebol isso não se sustenta", observou o agora ex-treinador do Cruzeiro.

A gota d?água para o pedido de demissão de Mano Menezes foi no decorrer da partida contra o Colorado, onde os torcedores com vaias e gritos de "burro", não suportou e pediu para sair.

"O nosso torcedor não pode achar que somos burros. E tenho muito respeito pelo Cruzeiro e não vou permitir que isso aconteça mais. A forma como estamos perdendo mostra que é à hora de fazer algo. Por isso viemos aqui fazer esse comunicado", admitiu Mano Menezes.

O ex-treinador do Cruzeiro estava em sua segunda passagem pelo clube, onde nesta última foi contratado em meados de 2016, tendo neste período conquistado dois títulos mineiros (2018 e 2019) e duas Copas do Brasil (2017 e 2018). Em suas duas passagens pela Raposa, em 234 jogos, conquistou 111 vitórias, empatou 65 e perdeu 51 partidas - tendo um aproveitamento de 58%.

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal