Conselheiro do Cruzeiro e mais 3 pessoas são presas pela Polícia Federal

Na manhã desta quarta-feira, um membro do conselho jurídico do Cruzeiro e mais alguns advogados foram presos pela Polícia Federal. O clube continua sendo investigado.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Mais um capítulo do escândalo envolvendo o Cruzeiro aconteceu nesta quarta-feira.  A Polícia Federal participou de uma operação e prendeu 4 pessoas envolvidas nas irregularidades fiscais do time mineiro.

O conselheiro do Cruzeiro Márcio Antônio Camillozzi Marra, nomeado na semana passada para fazer parte da comissão provisória que apura as denúncias feitas pelo Fantástico, no último dia 26. Ele é suspeito de retirar documentos sigilosos do sistema da própria PF, vazando dados sobre investigações da corporação.

Além dele, outro servidor da própria Polícia Federal e os advogados Carlos Alberto Arges Júnior e Lideu da Cunha Pereira (que já foi superintendente jurídico do Cruzeiro), também foram presos. A PF invetiga os crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, organização criminosa, obstrução de justiça e violação de sigilo funcional.

Membros do corpo jurídico do Cruzeiro foram presos.( Foto: Lance)
Membros do corpo jurídico do Cruzeiro foram presos.( Foto: Lance)

 

Marra foi nomeado semana passada pelo senador e presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, Zeze Perrella, para fazer parte da comissão provisória que apura as denúncias no clube. A irmã do deputado federal Aécio Neves (PSDB), Andrea Neves, foi intimada a depor.

Este episódio apenas escancara a crise com as irregularidades fiscais do Cruzeiro. Na semana passada, os principais membros do Cruzeiro vieram à público para conceder uma entrevista coletiva para justificar as denúncias feitas primeiramente pela TV Globo, onde o clube foi acusado até sobre venda de jogadores menores de idade para cobrir as dívidas principais da instituição. O caso está sendo investigado e operações da Polícia Federal estão sendo feitas desde então.

Mais sobre: cruzeiro
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal