Descontente com a enorme crise financeira vivida pelo Cruzeiro e pelo futebol apresentado dentro de campo, onde os jogadores além de terem que jogar com salários atrasados e com várias dificuldades, não conseguiram alcançar o objetivo de voltar a Série A - do Brasileirão; Luiz Felipe Scolari após ser questionado em entrevista coletiva sobre conversas com o presidente cruzeirense, declarou que irá analisar todo o cenário para ver como "proceder".

Sérgio Santos Rodrigues - presidente do Cruzeiro se reuniu com os jogadores na tarde da última quinta-feira, onde não prometeu uma data para o pagamento dos salários atrasados dos atletas e da comissão técnica e desta forma, e com isso, Felipão preferiu não expor sua opinião sobre o tema, frisando apenas que irá "examinar" o caso antes de "proceder" de uma maneira ou outra.

"Essa situação eu não posso colocar a minha opinião nem a de ninguém, porque eu ouvi e faço parte de uma equipe. Tenho a minha perspectiva. O que eu ouvi, vou examinar e entender de um jeito ou de outro e vou proceder de um jeito ou outro. Os jogadores não tenho como dizer", declarou o comandante técnico do Cruzeiro.

Possível saída de Felipão

Na última semana, o presidente do Cruzeiro negou qualquer possibilidade de saída do atual treinador do time. Onde esse ainda disse que se reuniu com Felipão no início deste mês e em nenhum momento o profissional tocou no assunto. Segundo Sérgio Rodrigues, o treinador disse neste encontrou que quer atletas mais experientes para a disputa da Série B - do Brasileiro em 2021.

Vale lembrar que o clube celeste não conseguiu alcançar o número de pontos necessário para subir a "elite" do futebol nacional, permanecendo assim por mais uma temporada na Série B - do Brasileiro; sendo o primeiro dos "grandes" a cair num ano e não conseguir subir no ano seguinte.