Após várias declarações de que Cristiano Ronaldo poderia deixar a Juventus por conta da crise financeira estabelecida pela parada do futebol, em virtude do novo Coronavírus, que só agravou a saúde financeira da "Velha Senhora"; o craque português segundo as últimas informações vindas da Itália não estaria disposto a deixar a equipe, uma vez que sua família está bem adaptada ao país e a cidade.

A informação é do jornal espanhol "AS", que mesmo aponta uma redução na folha salarial da "Velha Senhora" por conta da crise estabelecida pela pandemia da COVID-19, ainda conta que o craque português não queria ser colocado em outros gigantes do "Velho Continente", querendo sim permanecer em Turim e consequentemente na Juventus.

Cristiano Ronaldo tem contrato com a Juventus até 2022 e caso cumpra seu contrato até o final, poderá deixar a equipe "bianconeri" sem custos ao final deste vínculo e desta forma a direção do mesmo pretende negociá-lo na janela de verão de 2021, para assim não sair no prejuízo.

Paris Saint-Germain na mira

O clube ventilado por diversos jornais esportivos da Europa como destino do craque português, é o Paris Saint-Germain, que poderia até mesmo colocar Neymar em uma possível trocar por Cristiano Ronaldo. Lembrando que CR7 é apontado como principal jogador a vir a substituir Mbappé - que pode deixar o clube francês rumo à Espanha, onde esse poderá vir a assinar com o Real Madrid, quem por inúmeras vezes já demonstrou interesse no jovem atacante.

Além disso, Leonardo - diretor esportivo do PSG por inúmeras vezes já elogiou o camisa sete da Juventus, que segue com seu futuro incerto na Itália.