Marcelo revela em entrevista que não acreditou em saída de CR7 do Real Madrid

“Nós estávamos treinando para a final e ele falou: “Estou indo embora”. Eu falei: “Ah, ta, não vai embora nada”. E aí no dia da final ele falou: “Pô, foi legal, último jogo meu aqui”. Luka, eu e ele conversando. “Para Cris, não vai”. “Eu vou”. E foi", revelou o lateral brasileiro.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Marcelo - lateral-esquerdo do Real Madrid ainda não conseguiu aceitar a saída de Cristiano Ronaldo, do clube merengue. Em uma entrevista ao canal "Esporte Interativo" no YouTube, o craque brasileiro revelou algumas informações de bastidores.

O lateral que amigo pessoal de Cristiano Ronaldo, revelou que o craque português comunicou sua saída do time merengue antes da final da Champions League, diante do Liverpool. Marcelo disse ainda que não acreditou na hora, porém, "no dia seguinte não tinha mais nada".

Desde 2009 convivendo ao lado de CR7, Marcelo jogou com um dos maiores jogadores da história do futebol mundial pela última vez na grande decisão da Champions League - na edição passada, quando juntos conquistaram o terceiro título seguido do torneio, ao derrotar o Liverpool em Kiev, na Ucrânia.

Cristiano Ronaldo e Marcelo.Cristiano Ronaldo e Marcelo.

Naquele momento em diante é que Marcelo diz ter se dado conta que era verdade o que seu amigo havia comunicado um dia antes, mesmo não querendo acreditar.

"Nós estávamos treinando para a final e ele falou: "Estou indo embora". Eu falei: "Ah, ta, não vai embora nada". E aí no dia da final ele falou: "Pô, foi legal, último jogo meu aqui". Luka, eu e ele conversando. "Para Cris, não vai". "Eu vou". E foi; no dia seguinte não tinha mais nada dele no vestiário", comentou o brasileiro.

Marcelo na mesma entrevista comentou que há um vazio, visto que ainda não há ninguém no lugar de Cristiano Ronaldo no vestiário.

"Meu filho brincava com o filho dele, a minha esposa tinha uma relação muito boa com a dele. Não tem como só ser profissional com uma pessoa que você está jogando há nove anos. É chato quando um companheiro vai embora. Não pelo time, mas sim porque você está convivendo todos os dias e não valoriza o dia que está brincando e tal. E quando você chega ao vestiário e não tem mais isso, igual ao Kiko Casilla, para mim é muito chato".

Em relação à saída de Cristiano Ronaldo, Marcelo também foi perguntado se gostaria de voltar a jogar ao lado do craque português, com isso, se ele via uma saída do Real Madrid de imediato, e eis o que ele respondeu:

"É engraçado. Eles fazem montagem com a camisa da Juve e tal. É um time espetacular, desde a época de Nedved que joguei uma vez contra, troquei a camisa com ele. Mas eu sou do Real Madrid, tenho contrato por mais duas temporadas e o que está saindo não sei. Não sei de nada", finalizou o craque brasileiro.

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal