Em noite de festa na comemoração dos 110 anos de existência, a direção do Corinthians anunciou em uma live no YouTube para mais de 260 mil espectadores, a sua mais nova parceira, a Hypera Pharma, que passará a ser a detentora dos "naming rights" da Arena inaugurada na Zona Leste Paulistana no ano de 2014.

Com a parceria, o novo estádio do "Timão" que se chamava até aqui "Arena Corinthians", passará a ser denominado Neo Química Arena e a empresa em questão terá 20 anos para ocupar o espaço. O valor do negócio é de R$ 300 milhões que serão repassados ao Corinthians durante esse tempo, o que dará R$ 15 milhões por ano - veja o anúncio do negócio aos acionistas feito pela Hypera.

Esse valor mensal será automaticamente repassado a Caixa Econômica Federal - estatal que intermediou o empréstimo de R$ 400 milhões provenientes do BNDES na época da construção da referida Arena. De acordo com informações vindas do próprio clube, o mesmo já quitou aproximadamente R$ 175 milhões de uma dívida de R$ 540 milhões.

Na noite festiva, que não citou as contas a pagar do "Timão", Breno Oliveira - presidente do grupo que adquiriu os "naming rights" comentou sobre a parceria com o Corinthians.

Neo Arena - nova nomemclatura do estádio do Corinthians - imagem: site oficial do clube
Neo Arena - nova nomemclatura do estádio do Corinthians - imagem: site oficial do clube

"É uma honra estar aqui com vocês, com Andrés, estamos muito felizes de ter conseguido concluir a negociação dos naming rights, principalmente nesta data; tenho certeza que essa parceria irá rumar ao sucesso tanto para o clube quanto para nossa marca. Foi uma negociação, um contrato complexo, a gente não tinha nenhuma experiência com naming rights, mas que no fim foi bom para nossa marca. Mais de 35 milhões de torcedores fanáticos, tem de ser o Corinthians, não tem outro time para fechar essa parceria", concluiu o CEO da Hypera Pharma.

Quem também fez seu pronunciamento nesta noite dos 110 anos de existência do Corinthians e comentou sobre a nova parceria, foi o presidente do clube - Andrés Sanchez.

"Foi difícil, é um contrato complexo, é uma coisa nova no meio empresarial, poucas pessoas estão entendendo o que é este momento, talvez a empresa e nós temos a noção do que pode se tornar isso, não só para a comunidade da região, aos corintianos, mas será muito maior que simplesmente o nome do estádio".

A festa corintiana foi comandada pelo ator e torcedor do clube - Dan Stulbach, mestre de cerimônia e pelo ídolo Ronaldo Giovanelli, que subiram no palco montado no centro do gramado da Arena para anunciar o batismo do estádio com o novo nome.