Agora é oficial. O volante Éderson, que teve destaque pelo Cruzeiro, mesmo com o rebaixamento do time para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro em 2019, é o novo reforço do Corinthians. O anúncio aconteceu no início da tarde desta sexta-feira, e já era dado como certo pelos principais meios de imprensa de São Paulo desde a última terça-feira. Bastava apenas a assinatura do contrato para que a negociação fosse oficializada.

Éderson assinou contrato com o Corinthians por cinco anos. Após entrar na justiça contra o Cruzeiro no fim de 2019, cobrando atraso no pagamento de salários, luvas, premiações e bonificações, o jogador chegou a um acordo com a diretoria do clube mineiro, retirou a ação e rescindiu seu contrato de forma amigável. Após estar livre no mercado, diversos clubes buscaram a situação do atleta, inclusive o Atlético-MG, maior rival do Cruzeiro, chegou a oferecer uma proposta oficial, que foi recusada.

Éderson tem 20 anos e foi considerado a grande revelação do Cruzeiro em 2019. Mesmo com a péssima campanha do time, que acabou com o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o jogador logo se tornou titular, mesmo com a intensa troca de técnicos. Seu excelente porte físico e boa presença ofensiva foram os fatores que mais interessaram o Corinthians, que buscava opções para o elenco. Atualmente, o setor conta com Cantillo, Camacho, Richard, Ramiro e Gabriel.

Na temporada passada, Éderson atuou com a camisa do Cruzeiro por 22 oportunidades, marcando dois gols. Por estar sem clube, foi tratado pela diretoria do Corinthians como uma "grande oportunidade de mercado".