Corinthians tem contas de 2018 aprovadas pelo Conselho Deliberativo

Porém, mesmo fechando o último ano no “vermelho”, o Corinthians se comparado ao mesmo período de 2017, quando fechou com um déficit de R$ 35,1 milhões – teve para esse último ano uma queda de 46,7%. Já a previsão para 2019 é um superávit de R$ 650 mil.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Diferente do que ocorreu com o Santos, o Corinthians tem suas contas aprovadas, em reunião realizada nesta última segunda-feira, no Parque São Jorge, o Conselho Deliberativo do Corinthians teve o balanço financeiro de 2018 aprovado.

O Timão teve um déficit de R$ 18,7 milhões ao longo da última temporada – isso sem contar a dívida do clube pelo pagamento do estádio. Mesmo assim, o déficit aqui citado é justificado por um fator determinante: a falta de patrocínio máster fixo no último ano.

Andrés Sanches - presidente do Corinthians.Andrés Sanches - presidente do Corinthians.

“As dificuldades econômicas do país prejudicaram bastante a busca por patrocínio e tivemos que conviver sem um patrocínio máster para o uniforme durante o exercício de 2018, o que representou uma queda expressiva de nossas receitas”, declarou Andrés Sánchez em nota entregue aos conselheiros.

Porém, mesmo fechando o último ano no “vermelho”, o Corinthians se comparado ao mesmo período de 2017, quando fechou com um déficit de R$ 35,1 milhões – teve para esse último ano uma queda de 46,7%.  Já a previsão para 2019 é um superávit de R$ 650 mil.

O ano de 2018 representa também o início da nova passagem de Andrés Sanchez a frente do Corinthians, quando o Timão conquistou o Campeonato Paulista e ficou com o vice-campeonato da Copa do Brasil; já no Brasileirão terminou a última temporada na 13ª colocação, com 44 pontos. No mesmo ano o Corinthians também contou com a entrada de recurso das vendas de Balbuena, Maycon e Rodriguinho.

Vale ainda lembrar que o Timão não tinha um patrocinador máster em sua camisa desde abril de 2017, no entanto, no início deste ano, o clube fechou um patrocínio com o Banco BMG, que paga ao clube R$ 12 milhões por temporada e mais 50% dos lucros do aplicativo “Meu Corinthians BMG”.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal