Conforme já especulado, Jair Ventura não deverá mesmo permanecer à frente do comando técnico do Corinthians para 2019 e assim deverá fazer sua despedida do clube paulista no próximo final de semana, na última rodada do Campeonato Brasileiro, em um duelo contra o Grêmio, em Porto Alegre, às 17h do próximo domingo.

 Com isso, o Timão se aproxima de Fábio Carille, que negocia com o Al-Wehda a sua liberação de contrato.

Quem realmente está cuidado da liberação de contrato com o time árabe, é seu empresário - Paulo Pitombeira, que crê em um desfecho favorável e torce para que tudo esteja acertado ainda nesta semana.

Se realmente Fabio Carille conseguir se desligar de seu atual clube, treinador e Corinthians voltam a conversar para ajustes finais e assinatura de contrato. Entretanto, a questão quanto ao desligamento de Carille do time árabe é tratado com certa cautela por parte do time brasileiro e também pelo treinador.

No momento a ordem é evitar qualquer manifestação por parte do técnico e por parte do Corinthians, a fim de não provocar o ministro Turki bin Abdulmohsen Al-Sheikh - presidente da Autoridade Esportiva Geral e do Comitê Olímpico da Árabia Saudita e também dono da equipe comandada pelo técnico brasileiro.

Temendo além da possibilidade da não liberação por parte dos árabes, a direção corintiana também se mantém em silencio para que outros clubes brasileiros não entrem na disputa.

Pessoas próximas a Carille dizem que o treinador está animado com uma possibilidade de retorno ao Brasil, após seis meses no futebol árabe. Já no Corinthians, uma possível volta de Fábio Carille é vista com bons olhos, visto a campanha realizada pelo Timão, em 2018.