Balbuena pode estar definitivamente de saída do Corinthians. Agentes do jogador paraguaio negociam com o Celta de Vigo, da Espanha, diz a imprensa paraguaia e confirmada pelo site "globoesporte.com".

É isso mesmo torcedor corintiano, o zagueiro Balbuena volta à vitrine europeia, desta vez na mira de um clube espanhol, que deseja levar o jogador e pode pagar a multa rescisória do atleta com o timão. Com isso, Balbuena poderá realizar uma de suas últimas partida com a camisa do Corinthians nesta noite de quarta-feira diante do Santos, pelo Campeonato Brasileiro.

Nos últimos dias, o Celta de Vigo avançou nas negociações com os agentes do jogador, que consideram de forma real a saída do zagueiro para a Espanha. Segundo os agentes de Balbuena, o clube espanhol servirá como uma porta de entrada na Europa. O zagueiro paraguaio tem metas ousadas de no futuro defender um dos grandes times do continente.

Conforme informamos no início desta matéria, a imprensa paraguaia informou que os agentes do jogador admitiram que existisse sim a possibilidade do jogador se transferir já na próxima abertura da janela de transferência e garantem ainda que o zagueiro sonha em ser titular da seleção de seu país, por isso irá priorizar a parte esportiva e não a financeira.

Mas para tirar Balbuena do Corinthians, o clube interessado nos serviços do defensor terá que pagar 4 milhões de euros por 100% de seu direito federativo - valor esse bastante baixo para os padrões europeus; o que não deverá ser problema para um time até mesmo como o Celta de Vigo, da Espanha.

Perguntado por um repórter durante sua entrevista coletiva nesta última terça-feira, após o último treino do timão para o confronto contra o Santos nesta quarta, Balbuena não quis revelar maiores informações a respeito de uma negociação com o time espanhol, onde o mesmo declarou que:

"Não sei, se eu falar alguma coisa vai aparecer que "o Balbuena falou que é o último jogo". Pode ser o último do Mateus Vital também, é difícil, velho. Não dá para fazer previsões. Não sei se eu vou estar vivo amanhã, depois ou no domingo. Estou pensando em realizar um grande trabalho nesta quarta-feira diante do Santos; esse é meu pensamento e dos meus companheiros também", finalizou ele.