Com um prejuízo financeiro de aproximadamente R$ 1 bilhão, o Corinthians pode estar muito próximo de anunciar um acordo com a KPMG - empresa de auditoria conceituada no Brasil, onde poderá contar com auxílio na renegociação de dívidas e na captação de novos recursos.

Segundo pessoas ligadas a direção do "Timão", o contrato ainda não fora assinado, mas está muito próximo disso acontecer.

Desde que assumiu em janeiro deste ano, Duilio Monteiro Alves vem adotando um discurso de contenção e redução nas despesas para reorganizar financeiramente o clube, onde esse como já declaramos no início desta matéria, deve algo muito próximo a R$ 1 bilhão - para ser mais exato, R$ 982,8 milhões - saldo esse divulgado no balanço financeiro de 2020.

Vale lembrar que esse valor aqui citado não diz respeito à dívida do Corinthians para a construção de sua nova casa - a Neo Química Arena. Neste caso, deve-se somar a quantia de R$ 569 milhões a mais, no entanto, o clube tem um acordo para o pagamento dessa junto a Caixa Econômica Federal.

Esse acordo não será inédito no Timão

Vale lembrar que o Corinthians oficializou recentemente um acordo com a empresa Falconi - uma das maiores do segmento de consultoria e gestão no Brasil. O contrato aqui assinado tem validade de um ano, mas com possibilidade para mais dois.

A intenção da direção corintiana é de reduzir em 20% as despesas do clube neste primeiro ano de gestão, inclusive no futebol, com uma redução na folha salarial do elenco.