O Corinthians perdeu novamente - calma, eu explico. De acordo com o site "terra" o timão não conseguiu reverte à situação de seu ex-zagueiro Chicão, que entrou com uma ação na justiça cobrando valores sobre direito de arena.

A ação que foi aberta em 2014, chegou à última instância nesta semana - mesmo o Corinthians acreditando que ainda caibam recursos, o clube será obrigado a pagar ação milionária a seu ex-jogador. Um dos atletas mais vencedores da história corintiana cobra uma quantia de mais ou menos R$ 2 milhões ao clube.

A condenação corintiana se deu no Tribunal Superior do Trabalho - TST, em última instância, ou seja, não cabem mais recursos como acredita a direção do Corinthians, que não se dá por vencida.

Através da assessoria de imprensa, o clube paulista declarou que está ciente da ação, mas que acredita que a mesma ainda não está finalizada. Na verdade o departamento jurídico do Corinthians ainda poderá entrar com um recurso no Superior Tribunal Federal - STF.

Em nota curta o Corinthians explica que:

"O Sport Club Corinthians Paulista tem conhecimento do processo em tramitação, que encontra-se em fase recursal, e tomará as providências cabíveis ao caso".

Chicão que jogou no Corinthians entre os anos de 2008 a 2013, cobra uma diferença de 5% para 20% no valor dos pagamentos dos direitos de "arena" do mesmo período em que defendeu o clube paulista.