Em entrevista exclusiva ao programa "Mesa Redonda", da TV Gazeta, o candidato a presidência do Corinthians - Duílio Monteiro Alves declarou que o atual presidente do "Timão" não fará parte de sua futura gestão em caso de sucesso no pleito.

Duílio Monteiro - candidato a presidência do Corinthians
Duílio Monteiro - candidato a presidência do Corinthians

De acordo com o ex-dirigente corintiano, o atual presidente já cumpriu com seus objetivos dentro do clube.

"Andrés não irá participar da minha gestão, isso já foi conversado e definido. Andrés fez a parte dele pelo "Timão". Quando ele retornou a presidência, agora na última gestão, ele já voltou com o objetivo muito claro de resolver o problema da Arena, que foi o que ele começou la atrás e, por isso, ninguém melhor que ele para seguir", declarou Duílio.

Dívida do clube

Nesta mesma entrevista, o candidato a presidência do Corinthians revelou o tamanho da dívida do clube paulista.

"Hoje a dívida do clube é de R$ 905 milhões. É isso mais a dívida do estádio, que terminando com essa negociação com a Caixa Econômica Federal, poder ser de R$ 100 milhões ou R$ 200 milhões", informou.

Mesmo afirmando que esse problema com a "Caixa" estando próximo de uma resolução, há ainda datas para essas dívidas serem cumpridas.

"Projeção de tempo não. A dívida do estádio está mais tranquila, vamos colocar assim, Se o acordo com a Caixa sair dessa forma, pelo que a gente vem conversando, nos próximos dias a gente vai ter boas notícias e, no mínimo, vamos estar recebendo 50% das receitas da Arena, e isso vai nos ajudar a pagar a outra dívida, que é administrável, apenas temos que renegociar alguns prazos, alongar alguns prazos de pagamentos e isso é possível", finalizou.