Na noite deste sábado (14), no Beira-Rio, Internacional e Corinthians jogaram pela 6ª rodada do Brasileirão. As equipes ficaram no empate por 2 a 2, em jogo de primeiro tempo Colorado e de segundo dominado pelo Timão. Com o empate, o time do técnico Vítor Pereira chega a 13 pontos na classificação e se mantém líder do campeoanto, muito embora possa ser alcançado pelo Santos, que jogará neste domingo (15), às 19h00, no Estádio Hailé Pinheiro, contra o Goiás. Se vencer, a equipe do técnico argentino Fabián Bustos chega também a 13 pontos, ficando empatado com o Timão em vitórias - 4 para cada - e superará o time paulista no saldo de gols, que já é de 2 a mais.

Posição Time Jogos Pontos Vitórias Saldo de gols
1 Corinthians 6 13 4 +4
2 Atlético-MG 7 12 3 +4
3 Santos 5 10 3 +6
4 Avaí 5 10 3 0

O Internacional de Mano Menezes, por sua vez, chega a 9 pontos na tabela do Brasileirão da Série A e fica apenas com a 9ª posição do campeonato.

Pela 7ª rodada do Brasileirão, o Corinthians terá o São Paulo pela frente, no Majestoso marcado para o domingo (22), às 16h, na Neo Química Arena. O Internacional encara o Cuiabá, na Arena Pantanal, às 21h, um dia antes, no sábado (21).

1º TEMPO: Internacional 2x1 Corinthians

Com domínio do Internacional, o Corinthians saiu em desvantagem no placar ao fim da primeira etapa. Com 2 a 1 a favor do time de Mano Menezes, a torcida presente no estádio viu seu time abrir o placar aos 24 minutos, com Alan Patrick, o time do técnico Vítor Pereira empatar aos 29 minutos, com o zagueiro Raul Gustavo, e o Colorado passar novamente à frente aos 44 minutos, com Wanderson.

2ª TEMPO: Internacional 2x2 Corinthians

Voltando melhor no segundo tempo, o Corinthians, que veio com Jô no lugar de Roger Guedes, garantiu o empate com o próprio camisa 77 aos 19 minutos da segunda etapa, fazendo com que a partida acabasse Internacional 2x2 Corinthians

Antes de acabar, porém, a partida teve um episódio aos 30 minutos da etapa final em que Edenilson, jogador do Inter, acusou Rafael Ramos, do Corinthians, de racismo, em que o português teria chamado o brasileiro de 'macaco'. Após alguns minutos de paralisação, a partida foi retomada. Ao final do jogo, muito se falou sobre o caso e poucos jogadores quiseram se pronunciar.