Após a demissão do técnico Vagner Mancini, o Corinthians já tem seu nome preferido para assumir o cargo na disputa do Campeonato Brasileiro: Trata-se de Renato Portaluppi. Em reunião, que aconteceu nesta terça-feira (18) com o empresário do técnico, Gerson Oldenburg, o Timão apresentou o projeto e toda a sua situação atual.

Nesta reunião, a diretoria do Corinthians, liderada pelo presidente Duilio, o Corinthians ressaltou que, mesmo com um material humano limitado, existem fatores que podem convencer o técnico a aceitar o desafio. Dentre todos os pontos, a possibilidade de maior evidência e o histórico de ida para a seleção brasileira com os últimos técnicos, foi o fato mais favorável ao Timão.

Renato não participou deste primeiro encontro, mas seu representante deixou claro que, pelo tamanho do Corinthians, existe a possibilidade de aceitar a proposta. Entretanto, antes de qualquer avanço ou decisão, o treinador quer conversar com sua família, já que os 4 anos comandando o Grêmio foram intensos e desgastantes.

Fator financeiro pode ser principal dificuldade na negociação

As questões envolvendo os custos de Renato Portaluppi sequer foi debatida neste primeiro momento. A diretoria do Corinthians já tem conhecimento que, no Grêmio, o custo mensal de Renato Portaluppi era de aproximadamente R$1 milhão. As partes já tem conhecimento que estas cifras são impossíveis de atingir.

Entretanto, a possibilidade de trabalhar em outro grande clube, e com nomes que já foram treinados por Renato (casos de Luan e Ramiro, por exemplo), pode fazer com que a pedida do técnico seja mais acessível aos cofres corintianos.

Renato Portaluppi teve, através de seu empresário, primeiro encontro com a diretoria do Corinthians. (Foto:Reprodução)
Renato Portaluppi teve, através de seu empresário, primeiro encontro com a diretoria do Corinthians. (Foto:Reprodução)

O presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, tem como convicção que, não irá realizar loucuras para ter Renato, mesmo que este seja o único nome trabalhado pela diretoria do Timão neste momento. Em caso de não avanço com Renato, outros nomes serão avaliados.

Pedidos de investimentos em reforços serão avaliados

Caso haja acerto salarial entre Corinthians e Renato Portaluppi, as partes passarão a discutir as possibilidades de investimento no mercado. Em sua última temporada com o Grêmio, Renato teve de valor gasto aproximadamente R$55 milhões em reforços. Tendo isso em vista, e também pelo histórico recente, será necessária uma readequação no patamar dentro do mercado. A dívida do Corinthians atualmente é de aproximadamente R$982 milhões, o colocando como um dos clubes mais endividados do Brasil.

Renato Portaluppi nunca foi treinador do Corinthians. Em pouco mais de 10 anos na profissão, o técnico teve maior sucesso no Grêmio, onde entre os anos de 2016 e 2021, foi campeão da Libertadores (2017), campeão da Copa do Brasil (2016), campeão da Recopa Sul-Americana (2018), e tri-campeão gaúcho (2018, 2019 e 2020).