Minha Torcida Logo

Qatar evita polêmica com a FIFA, mas não abre mão de ser sede única em 2022

Com apenas oito estádios e 28 dias para a competição nos atuais planos, uma Copa do Mundo com 48 seleções no Qatar se torna praticamente inviável. A logística teria que ser alterada de forma profunda, o que não agrada aos organizadores.

Por
Compartilhe

Sem querer se indispor com a FIFA, os responsáveis pela Copa do Qatar, em 2022, terão um importante encontro com o presidente da entidade máxima do futebol em junho para resolverem algumas questões em aberta sobre o Mundial de 2022 – nesta mesma será debatido o número de seleções participantes no torneio.

O Qatar até “aceitaria” um aumento no número de seleções participantes na próxima edição da Copa do Mundo, que será disputada no país em 2022, porém, os organizadores da competição não aceitam dividir com outros países os jogos.

Logo da Copa do Mundo do Qatar 2022.Logo da Copa do Mundo do Qatar 2022.

Vale ressaltar que a FIFA já definiu pelo número de seleções a participarem do “Mundial”, porém, a mesma já estava determinada a realizar esse aumento somente a partir da Copa do Mundo de 2026, mas logicamente que a entidade nutre o desejo de aumentar o número de países logo no primeiro torneio a ser disputado no Oriente Médio.

Assim como já descrevemos acima, o Qatar que quer evitar quaisquer problemas com a FIFA sabe também o que deseja. Segundo o site “UOL Esporte”, que esteve em visita ao país, ouviu dos organizadores a preferência por 32 seleções e sem a divisão da Copa do Mundo com outros países, revelando ainda que o país assinou contrato com a FIFA que possui algumas cláusulas importantes na discussão.

Entre as principais cláusulas, está a de realizar o torneio entre os dias 21 de novembro a 18 de dezembro de 2022, com 32 seleções. Assim sendo, qualquer mudança precisaria ser aprovada pelos organizadores no país. Lembrando que a questão do aumento do número de seleções já na Copa do Mundo do Qatar vai muito além de uma imposição por parte da FIFA, passando por conflitos diplomáticos na região. O Qatar vive um bloqueio de países vizinho, com a Arábia Saudita, Emirados Árabes, Egito e Bahrein, onde esses países alegam que o governo local possui relações com terroristas.

Com apenas oito estádios e 28 dias para a competição nos atuais planos, uma Copa do Mundo com 48 seleções no Qatar se torna praticamente inviável. A logística teria que ser alterada de forma profunda, o que não agrada aos organizadores.

Evitando conflitos com a FIFA, os organizadores do Mundial no Qatar pelo menos sabem o que querem: os mesmos querem o cumprimento do contrato e uma Copa com 32 seleções acordado desde que o país foi escolhido como sede em 2010.

 

Mais sobre: copa-do-mundo qatar fifa
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais