Copa de 2026 será na América do Norte e contará com novidades

A Copa do Mundo da América do Norte será disputada no México, EUA e Canadá e ainda contará com a presença de 48 seleções.

Por
Compartilhe

Desde a última segunda-feira, o assunto mais comentado nas rodas esportivas é sobre a Copa do Mundo e não poderia ser diferente, visto que a mesma terá seu início amanhã – quinta-feira. E já pensando mais adiante, a FIFA, em reunião com todas as entidades em Moscou, na Rússia, anunciou nesta quarta-feira que a Copa do Mundo de 2026 será disputada na América do Norte; isso mesmo, os jogos serão disputados nos Estados Unidos, Canadá e México.

Apresentação dos Estados Unidos, México e Canadá como sede da Copa do Mundo de 2026.Apresentação dos Estados Unidos, México e Canadá como sede da Copa do Mundo de 2026.

Além desta novidade, a FIFA também anunciou que o Mundial da “América do Norte” será disputado entre 48 seleções e não mais como é hoje, com 32 seleções. A candidatura liderada pelos Estados Unidos, contou com 134 votos, contra 65 do Marrocos, que também estava na disputa.

A Copa do Mundo de 2026 irá marcar o início de um novo modelo de Mundial – com mais participantes, com mais jogos, mais estádios e mais países organizando os jogos. Ao invés de 32 países na disputa pela “taça” – divididos em oito grupos de quatro, a partir de 2026 o Mundial contará com 48 seleções, divididos em 16 grupos de três. Além disso, o novo formato da Copa do Mundo obrigará a FIFA a redesenhar uma nova forma de “Eliminatórias”, visto que as confederações de todos os continentes terão mais vagas que nos tempos de hoje.

Com os EUA liderando a campanha da Copa do Mundo de 2026, o país consequentemente terá mais jogos em seu território. Dos 80 jogos do torneio, 60 serão disputados na “Terra do Tio Sam”, entre eles a final. Os demais 20 jogos serão divididos de forma igualitária entre o Canadá e o México.

As sedes dos jogos da Copa de 2026.As sedes dos jogos da Copa de 2026.

A escolha da Copa do Mundo na América do Norte foi à primeira em décadas a ser escolhida em votação aberta, com a participação de todas as associações nacionais de futebol. Como forma de campanha, minutos antes da eleição, os candidatos expuseram suas propostas e a candidatura da América do Norte prometeu lucro recorde para a FIFA e para as associações nacionais; agradando assim a grande maioria. Já os marroquinos usaram uma postura mais agressiva, mostrando aos presentes a postura autoritária do presidente norte-americano para convencer os eleitores.

A Copa do Mundo de 2022 será disputada no Catar, já a Copa do Mundo de 2030, conta pelo menos por hora com apenas uma candidatura oficial – liderada pela Argentina, Paraguai e Uruguai. China e Inglaterra também deverão se lançar para sediarem o torneio em 2030.

Comentários