Marta bate recorde, mas Brasil perde para Austrália e se complica

Austrália vence Brasil por 3 a 2 de virada e agora Brasil precisa vencer a Itália na próxima terça-feira para se classificar para a próxima fase da Copa. Marta chega a 16 gols e se torna a maior artilheira em Copas.

Por Giovana Brasil
Compartilhe

Mesmo com Marta marcando e se tornando a maior artilheira da história dos Mundiais com 16 gols ao lado de Klose da Alemanha e a única a marcar em cinco Copas do Mundo diferentes, entre homens e mulheres, a Seleção Brasileira sucumbiu diante das Australianas nesta quinta-feira e precisará vencer o próximo jogo para se classificar às oitavas de final da Copa do Mundo.

A Austrália começou o primeiro tempo pressionando a saída de bola, o que fez a equipe brasileira ter dificuldades de criar pelo meio para chegar ao ataque.

Mesmo com essa dificuldade, o Brasil achou espaço e fez dois gols. O primeiro de pênalti, batido por Marta. Novamente pela esquerda, dez minutos depois, Debinha recebeu e cruzou no segundo pau, onde Cristiane subiu mais que a zaga para ampliar. A pressão australiana, que teve mais posse de bola na etapa inicial, só deu resultado dois minutos antes do intervalo, quando Kerr desviou cruzamento pela esquerda e Foord chegou completando para o gol, sem chances para a goleira Bárbara.

Marta comemorando seu gol. Foto: FIFAMarta comemorando seu gol. Foto: FIFA

 

Na volta do intervalo o técnico Vadão precisou fazer algumas alterações no time brasileiro. "Marta não jogou por um tempo e não era esperado que jogasse o jogo inteiro, e Formiga foi atingida no pé, o que não permitiu que ela retornasse ao jogo, ou seja, eram duas substituições quase obrigatórias. " relatou o treinado. No lugar de Marta e Formiga entraram Ludmila e Luana. Aos 12 minutos do segundo tempo Logarzo bateu forte de fora da área, Kerr só fez que ia bater na bola e a bola entrou no canto da goleira Bárbara. Dez minutos depois, Kerr foi lançada na área, mas a zagueira Mônica se antecipou e desviou de cabeça para trás, marcando gol contra. A auxiliar havia marcado impedimento, mas a árbitra, depois de consultar o VAR, decidiu que a australiana não interferiu no gol contra da brasileira.

Satisfeita com a vitória, a Austrália se fechou e não permitiu a reação do time brasileiro; somente nos acréscimos, Andressa Alves foi derrubada por australiana dentro da área, mas desta vez o árbitro de vídeo não optou por chamar a atenção da árbitra em campo, causando revolta no grupo brasileiro.

Com três seleções empatadas com três pontos, a definição do grupo C ficou para a última rodada, quando o Brasil enfrenta a Itália e a Austrália pega a Jamaica.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal