Proibido de exercer funções no cargo, Vitaly Mutko pede afastamento por seis meses

Vitaly Mutko - presidente da federação russa de futebol está impedido de exercer qualquer função em edições futuras da Olímpiada.

Por
Compartilhe

A menos de um ano da Copa do Mundo, na Rússia, o presidente da federação russa de futebol, Vitaly Mutko anunciou, nesta segunda-feira, o seu afastamento frente à federação – Mutko foi banido pelo COI de futuras edições das Olimpíadas por envolvimento em escândalo de doping no país.

No lugar de Vitaly Mutko, Alexandre Alayev, diretor-geral da federação irá assumir o cargo durante os seis meses de afastamento do atual presidente. Mesmo com seu afastamento frente ao futebol russo, Mutko segue como presidente do “Comitê Organizador da Copa do Mundo” do ano que vem.

Vitaly Mutko - Presidente da Federação Russa de Futebol.Vitaly Mutko - Presidente da Federação Russa de Futebol.

Em nota, Mutko declarou que pediu seu afastamento para que as atividades da entidade sigam sem maiores problemas.

“Para que as atividades da entidade sigam sem maiores problemas, eu suspenderei minhas funções por seis meses. Não estou renunciando a meu cargo. Me reuni com o Comitê Executivo e decidi que, se o presidente não pode exercer todas as suas funções, ele deve ser afastado. Estarei de volta após esse período, talvez até antes disso. Eu sugeri que Alexander Alayev fosse colocado no cargo, o Comitê Executivo concordou, e nós registramos a decisão”, informou ele.

Comentários