Sem poder contar com sua principal estrela - Mohamed Salah, que ficou todo o tempo no banco de reservas, o Egito por muito pouco não levou um ponto no confronto diante da seleção uruguaia, de Edinson Cavani e Cia. Por infelicidade os egípcios viram os uruguaios marcarem o gol da vitória da seleção celeste no final do duelo.

Sem a presença de Salah, os holofotes da partida se viraram para a dupla de atacantes do Uruguai - Cavani e Luís Suárez, que viram suas conclusões a gol pararem nas mãos do goleiro El Shenawy - do Egito; autor de pelo menos três grandes defesas durante a partida.

Após uma primeira etapa "morna" entre as duas seleções, os uruguaios voltaram a campo para o segundo tempo com mais "fome de bola" e partiram para cima, com vários ataques sobre a defesa egípcia, conseguindo assim abrir o placar somente aos 44 minutos - com o zagueiro Giménez, que de cabeça aproveitou a oportunidade em uma falta cobrada pela direita.

Giménez no alto cabeceando para a meta do Egito - gol do Uruguai.

Suárez que ao lado de Cavani eram as esperanças de gol da Seleção do Uruguai, com certeza decepcionou boa parte de seus torcedores. O atacante do Barcelona perdeu no mínimo três grandes oportunidades de abrir o placar para a seleção uruguaia, sem comentar que em grande parte da partida, ele não conseguia completar as jogadas que passavam por seus pés. Já Cavani, que também não conseguiu furar a defesa do Egíto, pelo menos acertou dois bons chutes, um deles em cobrança de falta que acertou a trave do gol adversário.

Com a vitória, o Uruguai divide a liderança do "Grupo A" ao lado da Rússia, que em sua estreia goleou nesta última quinta-feira a Arábia Saudita pelo placar de 5 a 0.

Abaixo confirma a tabela de classificação e os próximos confrontos da Copa do Mundo: