Com um primeiro tempo deprimente entre Inter e Atlético-GO, o Colorado na etapa complementar voltou bem melhor, mostrando um futebol mais convincente com as entradas de Edenílson e Thiago Galhardo - que inclusive marcou um dos gols na vitória por 2 a 1 dos donos da casa, levando assim o Colorado adiante na Copa do Brasil.

O JOGO

Os visitantes que chegaram ao Beira-Rio em desvantagem no placar agregado, até que tentaram se impor no início do jogo, mas com o decorrer da partida o Inter foi melhorando, onde na etapa complementar com as entradas de Galhardo e Edenilson logo em seu início, fizeram com que o time da casa tomasse conta da partida e foi o que aconteceu, apesar deste dosar seus avanços ao ataque.

Thiago Galhardo matador

O Inter que no primeiro tempo só havia chutado contra o gol defendido por Jean aos 22 minutos, no segundo tempo foi mais efetivo e aos 9 minutos, com Thiago Galhardo, marcou o seu primeiro gol na partida.

Golaço de Rodinei

Necessitando de um resultado positivo para pelo menos levar esse duelo para os pênaltis, o Atlético-GO foi ainda mais para cima e até conseguiu boas finalizações com Júnior Brandão e Chico, mas com falta de pontaria foi castigado, quando Edenílson em jogada de velocidade no ataque Colorado lançou Rodinei, que driblou a marcação e de pé trocado bateu forte em direção ao gol, marcando assim um golaço no ângulo de Jean.

Missão Impossível

Agora em busca de uma "Missão Impossível", os visitantes quase conseguiram balançar as redes com Júnior Brandão, que bateu forte na direção do gol, mas o zagueiro Zé Gabriel salvou em cima da linha. Esse mesmo Júnior Brandão então tentou novamente e desta vez com mais sorte viu a bola acabar dentro do gol defendido por Marcelo Lomba, mas não conseguiu evitar a vantagem do Inter no placar final - 2 a 1.

Vitória e Classificação

Com a vitória no segundo jogo e com o placar agregado em 4 a 2, o Inter avança as quartas de finais da Copa do Brasil, esperando assim seu próximo adversário que será conhecido através de sorteio realizado pela CBF.