Inter despacha o Cruzeiro no Beira-Rio e vai a final da Copa do Brasil

O adversário do Colorado será o Furacão - também conhecido por Athletico, que derrotou o Grêmio nos pênaltis após reverter o placar adverso de Porto Alegre, por 2 a 0 no tempo normal.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Sem surpresas no Beira-Rio! Inter passa fácil pelo Cruzeiro e está na grande decisão da Copa do Brasil, onde irá encarar o Athletico, que eliminou o Grêmio nos pênaltis. Depois de 10 anos após decidir uma final diante do Corinthians, onde ficou com o vice-campeonato na época, o Colorado volta à final da competição nacional com uma exibição perfeita em Porto Alegre.

Com gols de Paolo Guerrero e Edenílson, o Internacional venceu o Cruzeiro pelo placar de 3 a 0 em seu estádio, nesta quarta-feira - lembrando que no jogo de ida, em Belo Horizonte, o time gaúcho já havia derrotado o Cruzeiro pelo placar de 1 a 0 - gol de Edenílson.

Edenílson.

O JOGO:

Com uma partida equilibrada nos primeiros minutos da etapa inicial, o Cruzeiro por muito pouco não abriu o placar logo no primeiro lance da partida, com Pedro Rocha, que viu Marcelo Lomba salvar o time da casa com uma belíssima defesa. Além do ex-gremista, Thiago Neves e Marquinhos Gabriel também levaram perigo ao gol colorado, em chutes da entrada da área. Porém, com a vantagem no placar, o time gaúcho forçou o erro do Cruzeiro e aos 39 minutos do primeiro tempo, após uma saída errada de Dedé, a bola encontrou os pés de Paolo Guerrero, que deixou de defender a seleção de seu país para estar justamente nesta partida vestindo a camisa colorada e foi então de seus pés que o Inter viu a sua vantagem ficar ainda maior - 1 a 0 Inter - no agregado, 2 a 0.

Na etapa complementar, um tempo só do time da casa, que com a ampla vantagem dominou o segundo tempo. Explorando ainda mais as falhas do Cruzeiro; Patrick e Nico López levaram perigo ao gol defendido por Fábio. Com o time mineiro perdido em campo no segundo tempo, o Colorado não teve dificuldades para ampliar ainda mais o placar no Beira-Rio e novamente com ele - Paolo Guerrero, que dominou a bola no peito na área e mandou um foguete - sem chance para o arqueiro do Cruzeiro - 2 a 0 Inter. Para fechar o caixão cruzeirense na competição, Edenílson fez o terceiro gol, tocando por cobertura na saída de Fábio - placar final em Porto Alegre, 3 a 0 para o time da casa.

Com a classificação a final, Inter e Athletico ou Athletico e Inter, como preferirem, agora além de disputarem o título da Copa do Brasil, também brigam por um prêmio pomposo oferecido peça Confederação Brasileira de Futebol ao grande campeão da competição - R$ 52 milhões; o vice ficará com R$ 21 milhões.

A definição dos mandos de campo para as duas partidas da final da Copa do Brasil será realizada nesta quinta-feira, às 15h, na sede da CBF, no Rio de Janeiro. A primeira final será na próxima quarta-feira, dia 11 de setembro e a segunda partida uma semana depois, dia 18.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal