Presidente do Inter viaja ao Rio de Janeiro para tentar antecipar partida pela Copa do Brasil

O presidente colorado Marcelo Medeiros viajou nesta manhã de quinta-feira em direção ao Rio de Janeiro para se reunir com a alta cúpula da CBF, onde irá discutir a possibilidade de antecipação da referida partida.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Lutando em todas as frentes e com todas as armas disponíveis, o Colorado agora parte para uma reunião com a Confederação Brasileira de Futebol - CBF na tentativa de antecipar o jogo da volta pela semifinal da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro.

Com a possível ausência de Paolo Guerrero para esse jogo e de uma possível primeira partida das finais da competição nacional de mata-mata, o presidente colorado Marcelo Medeiros viajou nesta manhã de quinta-feira em direção ao Rio de Janeiro para se reunir com a alta cúpula da CBF, onde irá discutir a possibilidade de antecipação da referida partida.

Paolo Guerrero.

Sem saber de fato se o atacante peruano estará na lista dos convocados de Gareca para os amistosos do Peru em setembro - a convocação será anunciada no dia 23 de agosto, a direção que já foi até Lima para tratar pessoalmente a respeito deste assunto com a Federação Peruana de Futebol e também já através do próprio jogador que teria conversado com o treinador da seleção a fim de pedir para não estar nestas partidas, se adianta agora em outra frente junto a CBF.

A direção colorada vendo a impossibilidade de uma liberação do seu principal atacante para a partida diante do Cruzeiro no dia 04 de setembro tentará então antecipar essa partida para o dia 03 do mesmo mês - o primeiro jogo do Peru nos amistosos de setembro será dia 05 de setembro, diante do Equador, assim o Inter ganharia um dia extra para tentar negociar com a federação peruana e ajustar a logística para que Guerrero possa se apresentar a sua seleção sem problemas.

A direção do Sport Club Internacional preparou uma verdadeira força-tarefa para tentar a liberação do seu camisa 9, tendo como já declaramos nesta matéria, viagem ao Peru para oficializar o pedido pela não convocação do atacante; viagem a Conmebol, no Paraguai para discutir o tema e até mesmo o pedido do próprio Paolo Guerrero ao técnico Ricardo Gareca para o liberar.

"Temos trabalhado em todas as frentes possíveis. Clube, presidente, departamento de futebol para que ele possa estar conosco, mas não podemos garantir. Não depende de nós. O presidente está neste momento na CBF. Fazemos todo o possível e ainda cogitamos. Já falamos ao treinador da seleção peruana. Caso não consigamos, se ele for convocado, jogará pela seleção como sempre fez. Mas esperamos quando for definido", declarou Roberto Melo - vice de futebol do Internacional.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal