Cruzeiro - o "Rei de Copas"

Com o bicampeonato da Copa do Brasil, o Cruzeiro levou para Minas Gerais um prêmio de R$ 50 milhões – o maior prêmio já dado pela CBF a um vencedor da competição e de quebra a vaga direta a Libertadores.

Por
Compartilhe

Arrascaeta o rei de Minas? Poderíamos iniciar essa matéria desta forma sem problemas algum, pois mais uma vez o meia-atacante uruguaio foi decisivo para o Cruzeiro, na grande final da Copa do Brasil.

Depois de ter vencido o primeiro jogo das finais da competição no Mineirão por 1 a 0, o Cruzeiro volta a vencer o Corinthians em Itaquera e conquista o bicampeonato consecutivo da Copa do Brasil – o seu sexto em toda a história da competição, o que torna o Cruzeiro o verdadeiro “Rei de Copas” no país, uma vez que agora é o maior vencedor do torneio de mata-mata de forma isolada.

Arrascaeta ao lado do troféu, foi o grande herói do Cruzeiro na decisão da Copa do Brasil.Arrascaeta ao lado do troféu, foi o grande herói do Cruzeiro na decisão da Copa do Brasil.

Entretanto, o Corinthians sai de campo reclamando e muito do “VAR” que anulou um gol seu durante a partida.

Mas não pense você, amigo leitor que o Cruzeiro teve vida fácil em São Paulo, pois não teve; mesmo com a vantagem debaixo dos braços e com o placar aberto na primeira etapa do segundo confronto, em Itaquera, o time comandado por Mano Menezes viu na segunda etapa o Corinthians crescer, onde logo nos primeiros minutos empataram a partida – de pênalti. Aos 24 minutos do segundo tempo, o “Timão” ainda teve um gol anulado pelo árbitro de vídeo – que para eles, foi válido. Com tamanha pressão, o Cruzeiro teve forças e pode respirar tranquilo quando “ele” – Arrascaeta marcou o segundo gol do Cruzeiro – um golaço, aos 34 minutos da etapa complementar. Com a vantagem ainda maior no placar agregado, o time mineiro e o torcedor da raposa pode enfim comemorar! Ali estava decretado o novo campeão da Copa do Brasil e o maior de todos.

“Ele”, Arrascaeta que até então não sabia se jogaria, uma vez que estava junto à seleção de seu país, no Japão, valeu o investimento mineiro – que para ter o seu maior jogador dos últimos tempos em campo, investiu R$ 60 mil para trazer o meia-atacante a tempo de poder participar da grande decisão. No banco de reservas até os 16 minutos da etapa complementar, ele foi decisivo e entrou na partida para sagrar o Cruzeiro – aos 34 minutos como o maior campeão da Copa do Brasil.

Cruzeiro é hexacampeão da Copa do Brasil.Cruzeiro é hexacampeão da Copa do Brasil.

Com o bicampeonato da Copa do Brasil, o Cruzeiro levou para Minas Gerais um prêmio de R$ 50 milhões – o maior prêmio já dado pela CBF a um vencedor da competição e de quebra a vaga direta a Libertadores, aliviando assim a pressão do time mineiro no Brasileirão. Já o Corinthians, que ficou com o vice-campeonato, a esse restou o prêmio de “consolação” no valor de R$ 20 milhões.

Agora os dois times retornam a campo no final de semana, na 30ª rodada do Brasileirão – onde o Cruzeiro encara a Chapecoense, às 19h do domingo, no Independência. O Corinthians também no domingo irá até Salvador, onde encara o Vitória, às 16h, no Barradão.

 

Comentários