CBF não aceita pedido do Flamengo para adiar partida pela Copa do Brasil

Com o não da CBF, as datas dos confrontos entre Corinthians x Flamengo pela semifinal da Copa do Brasil seguem as mesmas, ou seja, dias 12 (jogo de ida) e 26 de setembro (jogo da volta).

Por
Compartilhe

Não deu para o Flamengo! A Confederação Brasileira de Futebol não aceitou o pedido do Rubro-Negro em adiar o primeiro duelo contra o Corinthians pela seminfinal da Copa do Brasil. A direção flamenguista lamenta e considera a decisão arbitrária e descabida.

Com a real intenção de mudar a data do dia 12 para o dia 19 de setembro, do primeiro jogo contra o Timão pela semifinal da Copa do Brasil, devido aos amistosos internacionais – que tirarão do Flamengo no mínimo três de seus jogadores, a CBF recusou o pedido.

Eduardo Bandeira de Melo - presidente do Flamengo.Eduardo Bandeira de Melo - presidente do Flamengo.

Em nota, o presidente do Rubro-Negro – Eduardo Bandeira de Mello lamentou a decisão:

“Estamos profundamente decepcionados, pois a CBF demonstrou que não respeita a competição que ela própria organiza. Está interferindo no equilíbrio técnico do principal torneio de mata-mata do futebol brasileiro. A situação já era inadmissível, pois a motivação era a realização de amistosos inexpressivos da seleção. Com a data de 19 de setembro liberada, nem isso pode mais ser alegado. O Flamengo será prejudicado tecnicamente por uma decisão arbitrária e descabida”, destacou o mandatário flamenguista.

Eduardo Bandeira de Mello disse ainda que a mudança na data do jogo não era do interesse da equipe paulista, por isso que a CBF não fez o menor esforço de mudar a data do confronto. Assim sendo, as datas dos confrontos entre Corinthians x Flamengo pela semifinal da Copa do Brasil seguem as mesmas, ou seja, dias 12 (jogo de ida) e 26 de setembro (jogo da volta).

Abaixo confira a resposta da CBF em nota oficial:

"A CBF não considerará qualquer pedido de alteração de datas da Copa do Brasil por entender que o calendário do futebol brasileiro, publicado ainda em setembro de 2017, deve ser cumprido a despeito de resultados ocasionais ocorridos em outras competições, cujas datas já integram e são respeitadas pela agenda nacional. A CBF parte do princípio de que o calendário elaborado de forma técnica e precisa deve ser fielmente cumprido em observância aos interesses dos clubes brasileiros, da igualdade competitiva e do torcedor, que se organiza previamente para acompanhar seu time do coração."

 

Comentários