Enquanto nem todas as seleções que irão disputar a Copa América chegam ao Brasil, os árbitros que irão comandar as partidas estão se preparando em solo brasileiro para a competição. Os juízes que trabalharão no torneio estão concentrados no Rio de Janeiro desde o último dia 6 de junho, onde os mesmos realizam treinamentos e recebem orientação da Comissão de Arbitragem da Conmebol - comandada pelo brasileiro Wilson Seneme.

Divididos em grupos, os árbitros estão participando de várias fases dos treinamentos. Enquanto alguns permanecem no hotel atuando em simuladores e recebendo orientações, outros vão a campo para realizarem testes práticos, usando o equipamento de vídeo que será utilizado nas partidas da Copa América. Vale ressaltar que todos os jogos da competição terão a utilização do "VAR".

Durante esses treinamentos, dentro de um contêiner, uma série de monitores analisa os lances, que são filmados por dezenas de câmeras, com imagens enviadas diretamente a International Board - IFAB.

Em entrevista nesta última segunda-feira, o coordenador da arbitragem da Conmebol - Wilson Seneme declarou o seguinte:

"Eles estão no Brasil desde o último dia 5 de junho, participando deste seminário desde o dia posterior. Cada árbitro passa por todas as fases, com a teoria, depois do simulador, dois jogos offline e dois jogos online", declarou.

Além dos testes online - no qual o "VAR" atua em comunicação direta com os árbitros no campo, existe também os treinamentos offline, quando os juízes analisam lances de acordo com o protocolo, mas não fazem contato com os árbitros de campo.

Os profissionais do apito continuarão concentrados no Rio de Janeiro até o fim da Copa América, apenas viajando para as sedes dos jogos e retornando em sequência. Os treinamentos e orientações seguirão ao longo do torneio, que se inicia nesta próxima sexta-feira, com o confronto entre Brasil x Bolívia, no Morumbi, em São Paulo, às 21h30.