Com previsão de volta da Libertadores da América e da Copa Sul-Americana para os meses de setembro e outubro, respectivamente, a Conmebol preparou e enviou o seu protocolo sanitário as dez associações nacionais e essas deverão seguir o mesmo a risca.

A entidade máxima do futebol sul-americano anunciou na última semana que irá bancar os vôos para os clubes visitantes - assim como também todos os testes para a COVID-19 para os times participantes das duas competições acima citada.

Libertadores e Copa Sul-Americana - competições organizadas pela Conmebol
Libertadores e Copa Sul-Americana - competições organizadas pela Conmebol

O documento enviado nesta semana detalha como as delegações deverão proceder nas quatro etapas do deslocamento:

Antes da viagem

Todos os integrantes das delegações terão que realizar os testes PCR e enviar seus respectivos resultados até 24 horas antes do vôo fretado pela Conmebol. Quem der positivo ou indefinido não poderá viajar;

Além dos resultados dos exames, os clubes deverão enviar suas agendas detalhas no país a ser visitado, onde será permitido apenas saídas do hotel para os treinos, jogos e ida e volta para o aeroporto.

Chegada no país visitado

Os procedimentos de imigração serão realizados de maneira isolada de outras pessoas no aeroporto;

Quem entrar de ônibus, o veículo será lacrado por um representante da Conmebol. Não será permitido que ninguém entre ou saia do ônibus até a chegada ao hotel;

Todos os integrantes das delegações já terão seu check-in realizado com antecedência no hotel. As chaves de cada apartamento serão entregues ainda no ônibus, para evitar aglomeração nos elevadores ou nas áreas públicas do estabelecimento.

Treinamentos

Cada time visitante que tenha planejado treinamentos, a atividade deverá ser realizada em local ao ar livre e reservado com exclusividade para a delegação;

O uso dos vestiários não serão permitidos para banho. Os jogadores devem fazer isso no hotel. A única exceção será quando os times partirem diretamente do estádio para o aeroporto.

Saída do país

Após o término do jogo, os times terão 24 horas para deixar o país. Em nenhum caso a permanência deverá superar às 72 horas;

No deslocamento até o aeroporto, o ônibus será novamente lacrado - assim como na chegada e do deslocamento aos treinos e ninguém poderá entrar ou sair do veículo.

Vale aqui ressaltar que todos os jogos serão com portões fechados aos torcedores - Libertadores e Copa Sul-Americana.