Atenção! Pela primeira vez desde que o futebol foi paralisado por conta do novo Coronavírus, a direção da Conmebol fala em uma data para a volta de suas principais competições de clubes - a Libertadores da América e a Copa Sul-Americana.

A informação foi dada em entrevista a emissora argentina "TyC Sports", onde o secretário-geral ajunto de Futebol e Diretor de Desenvolvimento da entidade - Gonzalo Belloso, declarou que a Conmebol trabalha com um possível retorno das atividades em setembro.

"Estamos nos reunindo com todos os governos. O futebol é uma indústria de tantas que estão sofrendo com a pandemia. O problema mais difícil que enfrentamos é a da migração das equipes e dos aeroportos", comentou o dirigente.

Libertadores e Sul-Americana - duas competições organizadas pela Conmebol - imagem: arquivo
Libertadores e Sul-Americana - duas competições organizadas pela Conmebol - imagem: arquivo

Nesta mesma entrevista, Belloso declarou ainda que a entidade espera poder voltar com as Copas em setembro.

"Queremos voltar em setembro a jogar as Copas. De pouco a pouco, iremos voltar e estamos tratando de cumprir nosso papel, escutando os especialistas", afirmou.

O dirigente em questão ainda reiterou a fala do presidente da Conmebol, que na última semana declarou que as competição por eles organizado irão ser finalizadas em campo e enquanto for possível, não terão seus formatos alterados. Porém, Belloso abriu a possibilidade dos torneios serem finalizados em 2021, se possível seguindo os calendários de cada federação.

"Se tivermos que finalizar ano que vem que termine ano que vem. Não existe nenhum problema quanto a encerrar nossas competições em janeiro. Temos que levar em consideração todos os calendários locais para que possam jogar os torneios locais em seus países. Trabalhamos paralelamente com os países para ver o que eles planejam", finalizou.

Tanto a Libertadores, quanto a Sul-Americana foram paralisadas em março - a primeira ao término da segunda rodada da fase de grupos, já a segunda, ainda na primeira.