Entrevistado do programa "Futebol do Futuro", do Grupo RBS, Frederico Nantes - diretor de competições da Conmebol afirmou neste final de semana que as Copas Libertadores da América e Sul-Americana na temporada terão sim, um final em campo. Sem confirmar uma data para a volta dos torneios aos gramados, o dirigente da entidade máxima do futebol na América do Sul disse que são grandes as chances destes torneios acabarem no início de 2021.

"Não tenho dúvida que iremos retomar a Libertadores e a Sul-Americana. Mesmo não existindo uma data para isso. Vamos voltar quando for possível. Temos que lembrar que precisamos de onze datar para a Libertadores e oito para a Sul-Americana. Nós acreditamos que será possível finalizar antes do final de janeiro do próximo ano. Mas se precisar avançar para fevereiro, não há problemas", declarou.

Além desta manifestação, Frederico Nantes também negou os rumores a respeito de realizar a Libertadores em uma única sede com os 32 países participantes. O dirigente afirmou que a fórmula até a parada do futebol utilizada pela Conmebol com suas competições, serão mantidas e que os países necessitam ajustar seus calendários caso os campeonatos sejam prorrogados tendo em vista a realização da Copa América, em 2021.

"Trabalhos estão sendo realizado com os 10 países junto às associações membros para voltar primeiro o futebol nacional, e após, as competições internacionais. Estamos trabalhando em conjunto com as autoridades sanitárias dos países, acompanhando a evolução da pandemia. Precisamos que os países estejam funcionando e que as fronteiras estejam abertas", completou.