Nada de datas para um possível retorno! Estamos falando da reunião realizada pelo Conselho da Conmebol nesta última quarta-feira, onde através de videoconferência a entidade evitou colocar uma possível data para o retorno da Copa Libertadores, da Copa Sul-Americana e das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Em nota, a entidade máxima do futebol em nosso continente declarou que só irá liberar a retomada destas competições, quando as autoridades de saúde indicar por segurança, ou seja, quando não tiver mais perigo de contágio pela "COVID-19", ou perigo mínimo.

Veja abaixo trecho desta nota publicada pela Conmebol:

"O Conselho da Conmebol reuniu-se hoje por videoconferência e analisou os possíveis cenários do futebol continental nos próximos meses, concordando em retomar as competições quando as condições sanitárias o permitirem".

Alejandro Domínguez - presidente da Conmebol.
Alejandro Domínguez - presidente da Conmebol.

Mesmo que ainda não tenha estipulado uma possível data para o retorno, a mesma mantém o que já havia declarado no mês de abril - o de manter a disputa das competições, descartando (pelo menos por hora) a possibilidade de encerramento de seus torneios fora dos gramados.

A entidade máxima do futebol na América do Sul ainda reiterou que procurará de todas as formas manter o atual formato das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, que teve as duas primeiras rodadas adiadas, tendo a terceira rodada marcada para o mês de setembro; algo ainda indefinido quanto a sua realização.

"Até o momento, e de acordo com o calendário FIFA, as Eliminatórias para o Mundial do Catar 2022 será mantido sem modificações", declarou a Conmebol.

Para as federações afiliadas, a Conmebol comunicou uma ajuda de US$ 14 milhões, com a intenção de amenizar os prejuízos econômicos causados pelo novo Coronavírus no futebol de nosso continente. Até o momento já foram registrado algo próxima a 1,8 milhões de casos confirmados da "COVID-19" na América do Sul, com mais de 106 mortes - segundo dados da Organização Mundial da Saúde - OMS.