A Conmebol anunciou nesta terça-feira que recebeu uma doação de 50 mil doses da vacina contra a COVID-19; essa remessa servirá para a imunização dos jogadores. Maiores detalhes sobre a vacinação serão divulgados pela entidade.

Outros vacinados

Além dos jogadores, a entidade máxima do futebol sul-americano comunicou também que árbitros, comissão técnica e outros membros envolvidos nas competições (Libertadores e Sul-Americana), serão imunizados com essas doses.

A vacina recebida pela Conmebol é da marca Sinovac - da China, que doará a entidade a quantia já acima citada. A vacinação ainda segundo a Conmebol terá como prioridade os jogadores dos principais times da América do Sul, e toda comissão técnica nas categorias masculina e feminina.

Em nota, o presidente da Conmebol declarou o seguinte:

"Este é um grande passo para derrotar a pandemia, mas de forma alguma significa que estamos baixando a guarda. Vamos manter o nosso trabalho responsável, que nos permitiu concluir os nossos torneios com tranquilidade e sem alterar os formatos. Os detalhes logísticos e operacionais do processo de vacinação serão devidamente informados pela Conmebol, em coordenação com as Associações Membros", declarou Alejandro Dominguez - presidente da Conmebol.