A entidade máxima do futebol sul-americano - Conmebol confirmou nesta última terça-feira que os jogos finais da Libertadores da América e da Copa Sul-Americana não contarão com a presença dos torcedores nos estádios.

Libertadores da América - Maracanã - Brasil

A grande finalíssima da Copa Libertadores da América será realizada em partida única, no dia 30 de janeiro, no Maracanã - Brasil e segundo as últimas informações prestadas pela Conmebol, à entidade sul-americana em conjunto com a CBF decidiram manter essa partida com portões fechados; medida essa tomada como preventiva devido ao alto índice de pessoas contaminadas com o Coronavírus.

Copa Sul-Americana - Mário Alberto Kempes - Argentina

Assim como também ocorrerá com a grande decisão da Copa Sul-Americana, que será realizada em Córdoba, na Argentina e também não contará com a presença dos torcedores presentes ao estádio Mário Alberto Kempes.

Embora tenha realizado a maioria dos dois torneios com portões fechados, a Conmebol mantinha certa cautela quanto à presença ou não de torcedores nas decisões, no entanto, a mesma aguardava por uma análise das autoridades de saúde dos dois países que sediarão esses jogos, e em conjunto com esses e suas determinadas Confederações bateram o martelo e decidiram por manter os palcos das finais da Libertadores e Sul-Americana fechados para os torcedores em geral.

Veja abaixo o comunicado emitido pela Conmebol a respeito do assunto:

"A situação atual da pandemia COVID-19, ainda em expansão na América do Sul, não permite a realização de um evento desta magnitude e importância com presença de público, mesmo que seja com capacidade reduzida. A resolução é coerente com a posição declarada pela Conmebol desde o início da pandemia no sentido de trabalhar pelo retorno das competições no continente, porém, tomando os máximos cuidados para preservar a saúde de todos so membros da família do futebol sul-americano".