Nesta manhã de sexta-feira, a Conmebol apresentou uma tabela comparativa dos três últimos testes para COVID-19 realizados desde o início da Copa América no Brasil, com uma queda nos números de casos positivos no torneio.

No dia 14 de junho, foram recolhidas 3.045 amostras, donde 53 destas deram positivos para o vírus; cinco dias depois - no dia 19 de junho, 15.235 testes foram realizados, com 140 novos casos confirmados; já no último dia 21 deste mês, a soma de testes realizados desde o início da competição chegou a 22.856, dos quais 166 foram positivos; com uma redução de 0,7% nos casos.

Além da diminuição de pessoas infectadas no meio da competição, também foi mostrado que a grande maioria era de pessoas de apoio logístico terceirizado em nosso país; pessoas essas que ainda não havia se vacinado. Por sua vez, os casos positivos para a COVID-19 entre atletas foi muito baixa.

Lembramos que a Copa América iniciou no dia 13 deste mês e tem sua grande decisão marcada para ocorrer no dia 10 de julho, no Maracanã - Rio de Janeiro. O Brasil é atualmente o líder do Grupo B, enquanto a Argentina lidera o Grupo A, estando as duas seleções já garantidas à fase de mata-mata.

Brasil de volta a campo pela Copa América

A seleção brasileira retorna aos gramados neste domingo, onde encara a seleção do Equador, pela quinta rodada da fase de grupos, às 18h (de Brasília), no Estádio Mané Garrincha. A Argentina entra em campo na segunda, na Arena Pantanal, às 21h, quando enfrenta a Bolívia pela mesma rodada.