Inter quebra marcas da Libertadores de 2010 na edição 2020; veja quais

O time comandando por Coudet conseguiu até aqui quebrar a marca de quatro jogos sem sofre gols e de invencibilidade que antes era da edição de 2010, quando consagrou-se Bi-Campeão da Libertadores.

Por Müller
Compartilhe

Além da boa atuação diante da Universidad Católica, em partida válida pela primeira fase de grupos da Libertadores - com uma goleada por 3 a 0 e muitas outras chances para ampliar o placar, o Internacional vive um momento único na competição sul-americana, onde está a cinco jogos se sofrer gols nesta edição - assim como também a cinco jogos de invencibilidade.

Essa marca de cinco jogos sem sofrer gols pela Libertadores é a sua maior marca até aqui - nas 13 edições que já disputou no torneio. Superando inclusive a marca no ano em que conquistou o "Bi da América" - quando ficaram quatro jogos em 2010 sem sofrer gols.

Com essa "marca", o Colorado atinge 450 minutos de invencibilidade na Libertadores, mesmo com a equipe sofrendo alteração em sua defesa no meio do caminho - lembrando que Eduardo Coudet sacou Rodrigo Moledo para dar a titularidade a Bruno Fuchs ao lado de Victor Cuesta.

Setor defensivo Colorado - Lomba (goleiro), Cuesta e Fuchs (zagueiros).
Setor defensivo Colorado - Lomba (goleiro), Cuesta e Fuchs (zagueiros).

Obviamente que a solidez defensiva atual da equipe do Inter se deve em partes pelos jogadores de ataque, uma vez que a equipe comandada pelo argentino costuma marcar os adversários no campo ofensivo - com pressão alta na saída de bola adversária.

Não à toa, mesmo que em sua primeira rodada na fase de grupos, que o time de Eduardo Coudet lidera o Grupo E da Libertadores, com os mesmos três pontos de seu maior rival na história dos dois clubes e agora na competição sul-americana - o Grêmio, que possuiu desvantagem no saldo de gols (2 contra 3 do Inter).

Inter e Grêmio se encaram já na próxima quinta-feira, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores, na Arena, às 21h - o jogo promete fortes emoções, uma vez que será o primeiro GRENAL na história da Libertadores.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal