Eis que ele é apresentado! Estamos falando de Gustavo - o Gustagol, que foi oficialmente apresentado pelo Sport Club Internacional na tarde desta última quinta-feira, no CT Parque Gigantes.

Pronto para atuar, o mais novo reforço colorado não chega apenas para ser alternativa a Paolo Guerrero, mas também como opção para atuar ao lado desse - hoje no lugar de D’Alessandro, no ataque. Para isso, basta Eduardo Coudet reeditar a dupla de ataque que o levou ao título do Campeonato Argentino com o Racing - aqui não estou dizendo que Guerrero e Gustagol foram a dupla de ataque naquela ocasião, mas sim a formação em campo utilizada pelo treinador argentino.

Há 10 dias já em Porto Alegre - dias após a eliminação do Corinthians na segunda fase da "Pré-Libertadores", Gustagol não fora apresentado antes devido a viagem do Colorado a Colômbia para encarar o Tolima.

Ao lado do vice de futebol do Inter - Alessandro Barcellos e do executivo de futebol - Rodrigo Caetano, o jogador que vestirá a camisa de número 25 do clube gaúcho na temporada foi oficialmente apresentado e logo de cara brincou ao vestir a nova "camisa" "se havia bagunçado o penteado".

Apresentação de Gustagol no Inter - imagem: Tomás Hammes.
Apresentação de Gustagol no Inter - imagem: Tomás Hammes.

Já como jogador do Inter, o tom na entrevista coletiva foi mais sério, onde o atacante comentou sobre sua mudança de clube.

"Estou feliz pela oportunidade que o Inter concedeu, em poder estar em um grande clube do Brasil. Preciso de sequência, confiança. Isso o Coudet me deu a palavra, quando ele próprio me ligou, na quinta. Ele disse que me traria para fazer um grande trabalho no Inter e voltar a fazer gols", revelou Gustavo em suas primeiras palavras como mais novo reforço colorado.

A tal conversa dita pelo jogador em sua coletiva ocorreu no dia 13 de fevereiro, um dia após a eliminação do Corinthians, na Libertadores. No telefonema, o técnico colorado perguntou a Gustavo como jogava e se poderia atuar com outro centroavante como companheiro.

"Ele me perguntou se eu já havia atuado com mais um centroavante ao lado. Aí falei que tinha jogado com o Vágner Love e com o Boselli. Eu disse que não teria problemas em jogar ao lado de Guerrero, mas isso fica por conta dele", revelou o novo camisa 25 do Inter.

Na atual temporada, Gustagol atuou em três partidas pelo Corinthians, sem marcar nenhum gol. Uma dessas partidas foi na eliminação do "Timão" na "Pré-Libertadores", na vitória por 2 a 1 sobre o Guaraní.

Ainda nesta coletiva de apresentação do mais novo reforço do Inter, o vice de futebol do clube revelou a expectativa que tem sobre o novo centroavante.

"Que você faça justiça ao teu apelido. Gustagol, para todos aqui no Internacional", declarou Barcellos.

Gustavo teve 15% dos seus direitos econômicos comprados pelo Internacional, no entanto, o jogador chega ao Beira-Rio por empréstimo até o final da atual temporada - claro, com o direito de compra ao fim deste. Gustagol ainda não teve seu nome regularizado no Boletim Informativo Diário - da CBF, mas o Inter corre para isso ocorrer até o dia de hoje, para que o centroavante possa fazer sua estreia diante do Caxias, na abertura do returno do Gauchão, no estádio Centenário no final de semana.