A coisa para o Colorado não anda nada bem, nesse início de temporada. Depois de duas apresentações a quem do esperado - no primeiro tempo no Grenal e durante a partida toda contra o Tolima, fora de casa, agora o Internacional tem que resolver pendências com relação a Victor Cuesta - ainda do tempo de sua contratação.

Tendo uma pequena dívida junto ao Independiente, segundo as últimas informações vindas do Beira-Rio, o clube está próximo de resolver essa questão envolvendo o zagueiro argentino. Pelo menos é o que garante a direção. De acordo com essa, os dois clubes chegaram a um acordo entre as partes para quitar uma dívida de US$ 1,3 milhões - algo próximo a R$ 5,7 milhões ainda por conta da aquisição do defensor.

Sem resolução da dívida, o time argentino chegou a acionar a FIFA por duas vezes, onde o secretário esportivo do Independiente - Jorge Damiani declarou que o "TAS" deveria encontrar uma solução. Sem esconder o caso, a direção do Internacional nesta última sexta-feira afirmou então que chegou a uma definição, confirmado pelo dirigente do time argentino.

O valor devido do Colorado ao Rojo - como também é conhecido o Independiente é referente a uma cláusula que obrigava o Inter a comprar a outra metade dos direitos de Cuesta, em um acerto realizado à época da negociação - no ano de 2017. O Colorado desembolsou na época cerca de R$ 6,1 milhões - divididos em quatro parcelas de US$ 500 mil - pela metade do passe do zagueiro. Já a parte restante deveria ter sido adquirida em 2019, com o pagamento de três parcelas de US$ 666 mil; porém, apenas uma delas foi quitada - segundo a direção argentina.

Contratado em 2017, tendo seu vínculo com o Internacional válido até junho de 2022, Victor Cuesta já soma pelo Colorado 154 jogos e sete gols marcados.

Vitor Cuesta quando renovou seu vínculo com o Colorado - em final de 2018.
Vitor Cuesta quando renovou seu vínculo com o Colorado - em final de 2018.