Depois de passar por duas artroscopias e ficar seis meses afastado dos gramados, Rodrigo Dourado abre a temporada de 2020 livre das dores e recuperado do edema no joelho esquerdo. Ocupando o seu lugar em uma das poltronas da primeira fila da sala de imprensa do Beira-Rio, como os demais 28 companheiros de elenco na apresentação desta última quarta-feira, o volante deu início a uma rotina especial na pré-temporada colorada.

Durante as manifestações do presidente Marcelo Medeiros, do vice de futebol Alessandro Barcellos, do executivo Rodrigo Caetano e do treinador Eduardo Coudet, permaneceu ao lado de Martín Sarrafiore e José Aldo.

Rodrigo Dourado na apresentação colorada para 2020.
Rodrigo Dourado na apresentação colorada para 2020.

Enquanto a maior parte dos colegas já foram a campo no CT Colorado, Dourado permaneceu com Danilo Fernandes, Marcelo Lomba, Daniel, Keiller, Paolo Guerrero e William Pottker na academia.

O volante inicia os trabalhos de preparação para o ano com carga e intensidade reduzidas nas atividades. O jogador fará nesta primeira da pré-temporada, um aprimoramento aprimorar a sua condição física, com toda a cautela possível para evitar queimar etapas em sua recuperação, como ocorreu durante a intertemporada de 2019.

O clube trata o retorno do volante com muito cuidado e só irá utilizá-lo quando estiver 100%. Assim, a volta aos gramados fica distante no horizonte. Sua presença na estreia na Libertadores, em 4 de fevereiro, está praticamente descartada.