Durante apresentação de Coudet, Medeiros nega contato com Boca por Paolo Guerrero

Guerrero tem contrato com o clube brasileiro em questão até 2022. Sua multa está estipulada em US$ 4,5 milhões – algo próximo a R$ 18,31 milhões.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Mesmo com todo envolvimento da apresentação do novo técnico do Internacional para 2020 na manhã desta última quinta-feira, o nome que mais pautou boa parte das perguntas devido ao interesse do Boca Juniors, foi de Paolo Guerrero. E não apenas ao novo treinador.

Questionado por diversas vezes sobre o assunto após a apresentação do técnico, o presidente Marcelo Medeiros foi enfático e negou ter sido contatado pelo clube argentino.

"Eu não falei com o Boca", afirmou Marcelo Medeiros - Presidente do Inter

Marcelo Medeiros - presidente do Inter falando sobre Paolo Guerrero, durante apresentação de Coudet.
Marcelo Medeiros - presidente do Inter falando sobre Paolo Guerrero, durante apresentação de Coudet.

A afirmação negativa do mandatário tem a ver com uma notícia publicada pela emissora de TV Argentina "TNT Sports", que de acordo com as informações do canal pago, Juan Roman Riquelme, hoje dirigente do Boca Juniors - havia se reunido com os dirigentes do Inter para tratar da contratação de Guerrero. Nesta mesma, o Colorado teria até sugerido uma troca de jogadores. Algo rechaçado com veemência pelo presidente.

Antes da fala de Marcelo Medeiros, Eduardo Coudet já havia deixado claro a sua vontade de poder contar com o atacante peruano na temporada 2020. Durante a entrevista coletiva, "Chacho" - como o técnico argentino também é conhecido, revelou que já teve uma conversa com o centroavante e que o próprio atleta seria o responsável por definir seu futuro.

"Minha intenção é que fique, gostaria de contar com ele ano que vem e tomara que possamos mantê-lo. É um jogador que gosta de competir, ser protagonista. Já falei com ele, sabe o que penso e o que todos aqui pensam. Estamos na mesma linha, mas depois passa por uma decisão dele", afirmou o novo treinador do Inter.

Nos bastidores, há otimismo sobre o "fico" de Guerrero. O Inter cita a gratidão do atleta pela espera durante a suspensão por doping e sua adaptação a Porto Alegre como fatores para a permanência. A namorada do centroavante, Alondra Garcia, por exemplo, se mudou há pouco para a capital gaúcha. O entorno do jogador confirma que ele está feliz no Beira-Rio, porém, a crise no clube gaúcho e uma pendência financeira entre as partes ainda são empecilhos em uma afirmação positiva.

Guerrero tem contrato com o clube brasileiro em questão até 2022. Sua multa está estipulada em US$ 4,5 milhões - algo próximo a R$ 18,31 milhões. O centroavante terminou a temporada como o artilheiro do time, com 20 gols em 41 partidas.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal