OPINIÃO: Com atuações sofríveis, time do Inter zomba do torcedor colorado em pleno Beira-Rio

Diante do Goiás, nesta última quarta-feira, o time do Inter mais uma vez parecia uma “caricatura” daquele do primeiro semestre; um time ridículo, amador e sem vontade alguma

Por Minha Torcida
Compartilhe

O Inter novamente volta a frustrar seu torcedor em pleno estádio Beira-Rio - a derrota para o Goiás, nesta última quarta-feira complicou a situação do colorado em busca de uma vaga na Libertadores. Mesmo na oitava colocação - colocação essa que dá uma vaga a chamada "Pré-Libertadores", o time comandado por Zé Ricardo poderá até mesmo ficar de fora desta "zona" se não obter melhores resultados nas três últimas rodada do Brasileirão.

Muito disso, porque deu chance a um concorrente direta nesta briga - aqui falando do Goiás, que na última rodada irá encarar o Grêmio e certamente o maior rival colorado já com sua vida definida na competição, deverá facilitar as coisas para o time goiano.

Porém, o Inter briga com ele próprio; o duelo diante do Goiás foi sofrível para quem assistiu a partida - seja ela pela TV ou ao vivo no estádio. Sem desculpas alguma, o time não se ajudou, pelo contrário, o Inter parece a cada partida que ainda lhe resta nesta temporada, afundar.

Marcelo Lomba foi um dos piores em campo, ao lado de Uendel e Heitor - companheiros de defesa.
Marcelo Lomba foi um dos piores em campo, ao lado de Uendel e Heitor - companheiros de defesa.

O time de Zé Ricardo foi inoperante no ataque e falho na defesa (sem ainda contar com o meio de campo, que não existe no Inter), com os dois lados do sistema defensivo fraco, viu ainda Marcelo Lomba fazer uma de suas piores partidas em 2019 - que falhou incrivelmente no primeiro gol do Goiás - isso sem falar nas diversas vezes que ele próprio deu chances ao rival com devoluções erradas da bola em campo; que por sorte dele e do torcedor colorado, tinha ainda dois zagueiros ligados na partida.

O time do Inter mais uma vez parecia uma "caricatura" daquele do primeiro semestre, um time ridículo, amador e sem vontade alguma - ao estilo "estamos apenas esperando pelas férias".

Pobre torcedor, que ainda comparece ao estádio para incentivar e torcer pelo seu clube, para ter que assistir ao que assistimos mais uma vez - lembrando o jogo diante do Fortaleza, que por sua vez também foi sofrível, no entanto, o Inter conseguiu ao menos 1 ponto.

É, de seis pontos jogados em casa, em uma fase importante da competição, onde essa pontuação praticamente garantiria a equipe colorada ao menos na "Pré-Libertadores", o time ou pelo menos o que sobrou daquele time finalista da Copa do Brasil, somou apenas 1 ponto em casa - em dois jogos.

Tiveram atuações abaixo da expectativa, jogadores como: Marcelo Lomba, Heitor, Uendel, Patrick (com a cabeça fora do Inter, pois estaria vendido), Edenílson (outro que parece estar vendido), D'Alessandro... isso sem falar em outros jogadores que estiveram em campo.

Agora o Inter se ainda quiser sonhar com Libertadores, terá que ao menos vencer as partida fora de casa, nos dois próximos compromissos longe do Beira-Rio - aqui falamos das partidas diante do Botafogo (no próximo final de semana) e diante do São Paulo (no meio da próxima semana) - para aí, quem sabe conseguir a sua classificação a competição continental diante do Atlético-MG, jogando novamente dentro do Beira-Rio e de quebra terá que secar o Goiás nas três últimas partidas.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal