Marcelo Medeiros reclama de torcida organizada e promete atitude contra esses

“O clube oferece a torcida o espaço e eles usam contra nós mesmos! Isso vai ter que mudar”, prometeu o presidente.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional não gostou nadinha dos protestos realizados pelos torcedores das torcidas organizadas do clube - os mesmos protestaram contra os maus resultados das últimas partidas, antes e durante o duelo diante do Fluminense, neste último domingo.

OPINIÃO

Logicamente que o mandatário colorado não poderia vir a público e cobrar veemente da forma que fez - em sua coletiva, visto que ele poucas vezes veio ao microfone durante as coletivas em sua gestão - onde os torcedores do clube por muitas vezes gostariam de ouvir a palavra de quem realmente "manda" no clube, mas esse por várias vezes parece ter preferido ficar calado, por esse motivo, vejo que ele deveria ter se contido em sua manifestação em relação à torcida - que mesmo organizada, tem sim o direito de reclamar pelos últimos resultados em campo, visto também que essa agiu de forma pacífica e sem agressões e quebra-quebra.

PROTESTOS

Um dos atos que mais chamou a atenção de Medeiros, provavelmente tenha sido durante o jogo, onde as torcidas organizadas promoveram uma manifestação silenciosa no Beira-Rio e não apoiaram o time na primeira etapa. Lembrando que no dia anterior, mais de 100 torcedores protestaram no pátio do estádio, quando gritaram palavras de ordem contra a direção e jogadores - sim, tiveram alguns desses torcedores que passaram do "limite" e por esse motivo, o desgosto do presidente.

Após o apito final da partida diante do Tricolor Carioca, onde o Colorado venceu o duelo pelo placar de 2 a 1, quem apareceu para a surpresa de todos para prestar a entrevista coletiva, foi justamente ele - Marcelo Medeiros, que com um discurso forte, o mandatário colorado condenou as ações "violentas" e o uso de faixas contra os atletas.

Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional.
Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional.

"O clube oferece a torcida o espaço e eles usam contra nós mesmos! Isso vai ter que mudar", declarou o presidente.

Na mesma coletiva - Marcelo Medeiros prometeu se reunir com os diretores das torcidas organizadas, onde ele declarou que quer identificar aqueles que "ultrapassaram os limites".

"Nos últimos anos, o Inter sempre procurou defender o espaço de seu torcedor. Em muitos momentos, até contrário ao Ministério Público, que não concorda com a presença da torcida em certos locais do estádio. Vamos ter que mudar esse protocolo. Iremos nos reunir com o Conselho de Gestão nesta semana. Vamos fazer o que nos cabe. Vamos identificar aqueles que ultrapassaram os limites do protesto", finalizou Medeiros.

Vamos lembrar as últimas horas no Beira-Rio:

Antes mesmo de iniciar o jogo diante do Fluminense, neste último domingo (sem falarmos dos protestos do sábado, no pátio do Beira-Rio), no anúncio da escalação, esses mesmos torcedores vaiaram nomes como: Uendel, Patrick, Parede, Willian Pottker e o próprio treinador Zé Ricardo.

Se não bastasse essa atitude, os mesmo antes do apito inicial gritaram: "Tem que ter raça para jogar no Beira-Rio", "Vergonha, vergonha! Time sem vergonha". Incomodado com a reação da torcida, D’Alessandro virou-se para eles e pediu apoio e não vaias e gritos.

Além destas "frases de ordem", torcedores também estenderam faixas como: "Libertadores é obrigação" e "Torceremos como vocês jogam: sem motivação".

No entanto, o clima no estádio foi se amenizando conforme o time ia jogando e principalmente após o primeiro gol de Pottker - o atacante faria ainda mais um gol - o que daria a vitória a equipe colorada.

Com a vitória sobre o Fluminense pelo placar de 2 a 1, o colorado pôs fim em uma sequência de três jogos sem vencer e mesmo não tendo conseguido chegar a sexta colocação, o Internacional está momentaneamente dentro da "zona" de classificação a "Pré-Libertadores", com 49 pontos - isso porque o Athletico ocupa a sexta colocação na tabela de classificação - lembrando que o "Furacão" já tem vaga a Libertadores de 2020 ao ter conquistado a Copa do Brasil em cima do próprio Internacional.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal