Inter mapeia o mercado de treinadores e diz não ter pressa para encontrar o nome certo

“Não temos um perfil, não temos um nome, não tem tempo. Não tem característica, nacionalidade, método de trabalho; não sei se é tampão, até o final do ano que vem. Vamos trabalhar em cima desse vácuo que se criou”, declarou Marcelo Medeiros.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Depois de confirmar a demissão de Odair Hellmann, a direção colorada inicia um trabalho todo cuidadoso para ir em busca do nome certo para suceder o treinador recém demitido. A mesma analisa vários aspectos para não errar e com isso encontrar o próximo comandante técnico que possa levar o time de volta as glórias em 2020.

Com a busca de um treinador que possa comandar a equipe em 2020 e de preferência com a disputa da Libertadores em jogo, a mesma não descarta encontrar uma solução emergencial enquanto vasculha o mercado atrás daquele que irá dirigir a equipe na próxima temporada, ou seja, buscar um treinador para encerrar a temporada e após confirma o nome de quem irá dirigir o Inter em 2020; só que aí mora o perigo - se esse que está de forma "paliativa" for bem nesses dois meses e pouco e conseguir manter o time na parte de cima da tabela, conseguindo ainda a classificação a Libertadores, como o mandarão embora?

Segundo apurações do site "globoesporte.com", a direção colorada ainda não tem um nome definido e sim, conta com uma lista desses.

Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional.Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional.

"Não temos um perfil, não temos um nome, não tem tempo. Não tem característica, nacionalidade, método de trabalho; não sei se é tampão, até o final do ano que vem. Vamos trabalhar em cima desse vácuo que se criou", declarou Marcelo Medeiros.

Nesta sexta-feira quem ficará encarregado de comandar o treino colorado, será o técnico do Inter B - Ricardo Colbachini com portões fechados no Beira-Rio e deverá ser ele próprio a estar com a equipe principal a beira do gramado diante do Santos, no próximo domingo, às 16h - em partida válida pela 25ª rodada do Brasileirão.

Mesmo sabendo as dificuldades atuais do mercado de treinadores, a direção do Inter não descarta a procura por alguém que já esteja empregado - como é o caso de Tiago Nunes, do Athletico, no entanto, esse já descartou qualquer procura e declarou que irá cumprir seu vínculo com o "Furacão" até o final da temporada (algo que iremos escrever a seguir). Outro que está empregado e agrada a torcida e pelo visto também a direção: é Roger Machado, do Bahia.

O certo é que a saída de Odair Hellmann fez a direção do Inter acelerar o planejamento para 2020 e quem aceitar o "desafio" para a próxima temporada poderá usar os últimos jogos de 2019 para mapear pontos positivos e negativos no grupo - além claro, de tentar cumprir o objetivo maior nesse final de ano, que é a busca pela classificação a Libertadores do ano que vêm.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal