Guerrero, Bruno, Odair Hellmann e Roberto Melo são denunciados pelo STJD e irão a julgamento

Os colorados foram denunciados por atos durante e após a partida contra o Flamengo, no Maracanã, no dia 25 de setembro, na derrota por 3 a 1.

Por Minha Torcida
Compartilhe

A derrota para o Flamengo por 3 a 1, em partida válida pela 21ª rodada do Brasileirão, ainda deverá render muita dor de cabeça aos colorados - é que Paolo Guerrero, Bruno, Odair Hellmann e o vice de futebol - Roberto Melo foram denunciados no Superior Tribunal de Justiça Desportiva - STJD pelos fatos ocorridos durante o duelo entre as duas equipes.

O julgamento está marcado para a próxima sexta-feira, onde Guerrero, Odair Hellmann e Roberto Melo deverão ser julgados por reclamações e críticas a equipe de arbitragem - encabeçada pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira - além dessa, o atacante peruano também será julgado pela expulsão e supostas ofensas durante a partida. Já Bruno foi citado pela expulsão no pênalti convertido por Gabigol.

Entre todos, Paolo Guerrero é quem está mais complicado nesta, visto que ele foi enquadrado em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva - CBJD, onde em uma delas, a acusação foi "dobrada". Se condenado for, o peruano poderá ficar impedido de jogar por até 18 jogos, além de pagar uma multa que varia de R$ 100 a R$ 100 mil.

Paolo Guerrero deixou o gramado do Maracanã furioso pelas não marcações de falta sobre si.
Paolo Guerrero deixou o gramado do Maracanã furioso pelas não marcações de falta sobre si.

Relembre os fatos:

Paolo Guerrero recebeu cartão vermelho aos 43 minutos do primeiro tempo no confronto diante do Flamengo, no Maracanã, no dia 25 de setembro. Pouco antes, o mesmo já havia estado revoltado com a não marcação de um pênalti sobre ele. Para piorar a situação, em outro lance, Rodrigo Caio pulou sobre ele dentro da área, onde teve um sangramento no supercílio - o que deixou o atleta furioso pelas não marcações de faltas, dando chutes no ar e proferindo palavras de xingamento ao árbitro da partida e aos deixar o gramado após a expulsão, foi até a câmera e mostrou o dedo médio, proferindo xingamentos em inglês.

Já nas coletivas após a partida, o vice de futebol - Roberto Melo e o técnico Odair Hellmann dispararam contra a arbitragem - acusando em especial o "VAR". Bruno, por sua vez, como já declaramos na própria matéria, foi expulso por "derrubar" Gabigol na área.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal