Um dos grandes nomes do Internacional nesta temporada, o atacante peruano Paolo Guerrero pode estar de saída do clube em 2020. Pelo menos se depender do candidato à presidência do Boca Juniors, José Beraldi, essa é a sua intenção caso seja eleito presidente do clube argentino a partir de 2020.

A informação do dirigente foi dada em entrevista recente ao programa de TV Menú Deportivo, do canal UCI Noticias, do Peru. Por telefone, Beraldi foi entrevistado pelo programa para falar sobre suas intenções para o gigante argentino caso vença as eleições de dezembro. Questionado sobre o interesse no peruano, o dirigente rasgou elogios a Guerrero.

" Sem dúvida (Guerrero) é um jogador que sempre me interessou. Por isso me encantaria ter essa possibilidade, uma proposta aos representes. É um jogador com a característica do Boca. Me encantaria caso fosse presidente. Igual se não fosse presidente." afirmou Beraldi.

A grande vontade do dirigente em contar com Paolo Guerrero já havia sido manifestada anteriormente. Na semana passada, o assunto novamente foi pauta na Radio La Red, da Argentina. Disse ainda que, caso o técnico Gustavo Alfaro não permaneça na Bombonera no próximo ano, já tem um nome em mente para substituí-lo: Luiz Felipe Scolari, o Felipão, ex Palmeiras. Tudo isso, claro, se for eleito presidente do Boca.

Com 35 anos de idade, Guerrero tem 27 jogos com a camisa do Internacional, marcando 13 gols. Anunciado como reforço do clube em 2018, o atleta ficou disponível apenas neste ano, tendo em vista a sua punição por Doping. Seu vínculo com o Internacional é de três anos.